Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.085,27
    -122,69 (-0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.916,37
    -113,17 (-0,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,25
    +1,37 (+1,93%)
     
  • OURO

    1.860,60
    -5,30 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    39.776,82
    +33,30 (+0,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    990,30
    -20,31 (-2,01%)
     
  • S&P500

    4.246,59
    -8,56 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.299,33
    -94,42 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.027,75
    -97,00 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1159
    -0,0156 (-0,25%)
     

Fiocruz entregará 5,3 milhões de doses da Covishield; veja como fica produção

·2 minuto de leitura

Na sexta-feira (21), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deve entregar mais 5,3 milhões de doses da vacina Covishield (Oxford/AstraZeneca) para o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. O novo lote de doses do imunizante contra a COVID-19 deve garantir a proteção completa de 2,65 milhões de brasileiros, já que são necessárias duas doses por pessoa.

Com este lote de imunizantes contra o coronavírus SARS-CoV-2, a Fiocruz registra a marca de 40 milhões de doses entregues para a Saúde, sendo 36,2 milhões envasadas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e 4 milhões importadas da Índia. Agora, a produção deve ser temporariamente paralisada por falta de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), a partir de quinta-feira (20).

Fiocruz deve interromper produção de novas doses da vacina até chegada de novo lote de IFA (Imagem: Reprodução/Samuel Regan-Asante/Unsplash)
Fiocruz deve interromper produção de novas doses da vacina até chegada de novo lote de IFA (Imagem: Reprodução/Samuel Regan-Asante/Unsplash)

Temporariamente, Fiocruz deve parar produção de novas doses

Segundo apuração da CNN, as máquinas responsáveis pela produção de doses da Covishield devem ser religadas somente na próxima terça-feira (25). Em nota, a Fiocruz explica a situação: "Por conta do rápido escalonamento de produção que a Fiocruz atingiu, as remessas de IFA vêm sendo consumidas antes do tempo previsto inicialmente, e será necessário interromper a produção na próxima quinta-feira (20/5) até a chegada do novo lote de insumo".

A atual previsão é que, no sábado (22), uma nova remessa de IFA chegue ao Brasil com dois lotes e não apenas um, conforme foi divulgado anteriormente. "A razão para isso é a antecipação da remessa que estava prevista para o dia 29 de maio", destaca a fundação. Este novo carregamento garantirá a produção de cerca de 12 milhões de doses de vacina Covishield.

"Não há ainda previsão de que isso possa gerar qualquer impacto em entregas futuras. Caso possa haver algum impacto, ele será avaliado e comunicado mais à frente. O cronograma de entregas permanece semanal, sempre às sextas-feiras, conforme pactuado com o Ministério da Saúde, seguindo a logística de distribuição definida pela pasta", completa a Fiocruz.

O envase de novas doses da vacina CoronaVac pelo Instituto Butantan também está, temporariamente, paralisado, enquanto é aguardado o envio de uma nova remessa de IFA. A expectativa é que a matéria-prima chegue até o final de maio.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: