Mercado abrirá em 5 mins
  • BOVESPA

    112.282,28
    +2.032,55 (+1,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.338,34
    +510,21 (+1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,08
    -0,15 (-0,21%)
     
  • OURO

    1.768,70
    -10,10 (-0,57%)
     
  • BTC-USD

    43.553,32
    +1.339,42 (+3,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.094,52
    +54,04 (+5,19%)
     
  • S&P500

    4.395,64
    +41,45 (+0,95%)
     
  • DOW JONES

    34.258,32
    +338,48 (+1,00%)
     
  • FTSE

    7.076,66
    -6,71 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.237,25
    +73,75 (+0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1963
    -0,0125 (-0,20%)
     

Fintech que facilita crédito consignado consegue aporte de R$ 27 milhões

·2 minuto de leitura

A Paketá, fintech que oferece crédito consignado para funcionários de empresas privadas, levantou R$ 27 milhões em uma rodada de investimento do tipo série A, liderada pelo fundo de capital de risco Kinea Ventures, ligada ao grupo Itaú Unibanco. Também participou a Shift Capital, gestora que já havia liderado a rodada seed da startup em dezembro, quando investiu R$ 9 milhões.

Fundada em 2018 por Fabian Valverde e Rafael Queiroz, a Paketá tem o objetivo de facilitar o trabalho dos setores de recursos humanos com sua ferramenta de gestão do crédito consignado — aquele tipo de empréstimo em que o valor das parcelas é cobrado no salário do funcionário. Além disso, a startup diz trazer taxas mais baixas e condições melhores de pagamento para os profissionais.

A fintech possui dois modelos: o de ponta a ponta, da alocação de capital ao atendimento aos funcionários; e o consignado ou software como serviço, em que a Paketá só oferece a plataforma e infraestrutura. Neste último modelo, a startup também presta serviços para bancos no modelo white label, isto é, dando a chance da empresa cliente de colocar o nome de sua marca na plataforma.

Imagem: Reprodução/wei zhu/Pixabay
Imagem: Reprodução/wei zhu/Pixabay

O valor do novo aporte será usado para escalar a operação — ou seja, ampliar a carteira de clientes — e investir em novos produtos e tecnologia. "No ano passado, crescemos 627% e, este ano, fechamos o primeiro semestre com crescimento de 270%. Temos a intenção de acelerar estas três frentes e agregar outros produtos e serviços também no modelo B2B2C [de empresa para empresa, e depois para consumidor] ", afirma Fabian Valverde, CEO da Paketá.

A companhia diz ainda que está em negociações avançadas com mais bancos para que eles atuem no mercado de crédito consignado com "robustez e uso intensivo de dados".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos