Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.836,03
    -531,22 (-1,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Fintech oferece crédito para estudantes e profissionais de Direito

·1 minuto de leitura

A startup paulista Advocart lancóu nesta quinta-feira (2) seu aplicativo (iOS | Android) com soluções financeiras e de gestão exclusivas para estudantes de Direito, advogados e escritórios de advocacia. A plataforma serve principalmente para gerir os honorários dos profissionais, mas tem outros serviços também.

Um de seus carros-chefe do "superapp" é o split de honorários. Ele faz a divisão automática dos valores e evita a bitributação nos pagamentos, isto é, que o mesmo imposto seja pago duas vezes, sendo uma vez pelo escritório e outra pelo profissional liberal que foi remunerado com sua parte e também emite nota fiscal.

Outra ferramenta da plataforma é o financiamento de honorários, que permite aos próprios advogados financiarem os custos do processo, em casos de clientes que não têm recursos para pagar os honorários à vista. Assim, o cliente pagará os honorários a longo prazo.

Outros recursos do app são o Advocart Pay, que viabiliza a antecipação de recebíveis por meio de cartão de crédito, débito ou boleto; conta digital; crédito pessoal; empréstimos com garantia de imóvel e veículo; assistência de saúde; folha de pagamento; planejamento e gestão financeira personalizada, entre outros.

Apesar do público-alvo serem os advogados, o aplicativo é de uso geral. "Todos os serviços estão disponíveis para profissionais que atuam de forma autônoma ou em sociedade", afirma o CEO da SuperApp Advocart, João Amaral.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos