Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,41 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,57
    +1,07 (+1,18%)
     
  • OURO

    1.808,00
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    23.844,71
    +684,52 (+2,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,85
    +28,63 (+5,39%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    +0,01 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.382,50
    +351,00 (+2,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2470
    +0,0143 (+0,27%)
     

Fintech: entenda o que é e como funciona uma

Uma fintech pode ser uma startup, mas nem todas as startups são fintechs. (Getty Images)
Uma fintech pode ser uma startup, mas nem todas as startups são fintechs. (Getty Images)

Neste artigo você encontra as seguintes informações sobre fintechs:

  • O que é um fintech?

  • Quais as vantagens oferecidas por uma fintech?

  • São confiáveis?

  • Principais diferenças entre fintechs e startups

O termo Fintech surgiu das palavras "financial" (financeiro em inglês), e "technology" (tecnologia). No entanto, essas novas instituições vão muito além da tecnologia financeira.

O que é um fintech?

As fintechs nada mais são do que empresas ou startups que procuram solucionar o mercado financeiro de forma ágil oferecendo produtos completamente digitais.

A maioria delas possibilita a operação remota, sem o cliente jamais precisar ir a uma agência física.

Quais as vantagens oferecidas por uma fintech?

As fintechs trabalham, principalmente, para agilizar a vida do consumidor de forma segura e eficiente, portanto, oferecem serviços online, agilidade e menos burocracias e, muitas vezes, produtos inovadores.

Durante muitos anos, por exemplo, para conseguir investir na bolsa de valores, era necessário pagar uma taxa. Hoje em dia, diversas empresas oferecem o serviço de fora 100% gratuita.

Fintechs são confiáveis?

Por conta dos serviços serem oferecidos de forma 100% remota e digital, muitos consumidores tendem a não apostar nestas empresas. No entanto, o setor financeiro brasileiro é monitorado pelo governo.

O Banco Central é uma das entidades que regula o mercado financeiro do país, e mesmo as fintechs precisam seguir regras.

Ou seja, todas as companhias que criam novos produtos para o mercado, sejam cartões ou até mesmo novos métodos de pagamento, precisam estar de acordo com normas pré-estabelecidas por instituições superiores.

No entanto, caso o consumidor ainda não se sinta seguro o suficiente, basta acessar o site do Banco Central e realizar uma consulta sobre a fintech em questão. O link pedirá apenas o CNPJ ou nome da companhia.

Principais diferenças entre fintechs e startups

Uma fintech pode ser uma startup, mas nem todas as startups são fintechs.

Isto porque as fintechs são empresas de serviços financeiros que apostam principalmente no uso da inovação e tecnologia para solucionarem dores do mercado. Já as startups são empresas que ainda estão em estágio inicial, e apesar de não apresentarem lucro têm grande potencial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos