Mercado abrirá em 7 h 51 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,59
    +1,00 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.813,30
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    29.110,67
    -727,40 (-2,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,41
    -22,27 (-3,32%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.179,30
    -464,98 (-2,25%)
     
  • NIKKEI

    26.443,81
    -467,39 (-1,74%)
     
  • NASDAQ

    11.935,25
    -0,25 (-0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2374
    +0,0191 (+0,37%)
     

Fintech do criador do Alibaba expande operações para países da Ásia e da Europa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Alipay, fornecedor de soluções globais de pagamentos e marketing móvel internacional, criado pelo Ant Group, de Jack Ma, tem ganhado bastante espaço na Europa e na Ásia nos últimos meses com os pagamentos digitais se tornam cada vez mais comuns.

A empresa se expandiu em ambos os continentes à medida que os países começaram a reabrir e as atividades de compras offline se recuperaram. Para oferecer uma melhor experiência para os clientes que não usam mais dinheiro físico, varejistas de diversos países têm procurado os serviços do Alipay.

Com o Alipay, o Ant fornece tecnologia back-end — estrutura que possibilita a operação de um sistema — e serviços financeiros relacionados para operadores e comerciantes de carteiras digitais em todo o mundo, conectando lojas a vários usuários de carteiras digitais.

Por meio do serviço, os usuários que usam o método de pagamento digital podem fazer pagamentos com suas moedas locais para comerciantes habilitados, sem se preocuparem se seus canais de pagamento preferidos são aceitos pelas lojas.

Outro detalhe é que o Alipay traz facilidade de uso para os comerciantes, considerando que eles não precisam fazer nenhuma alteração operacional e o reconhecimento do método de pagamento é totalmente automático.

Por exemplo, o serviço permite que pessoas com um aplicativo de pagamento da Malásia que seja compatível, comprem e paguem com seu software local em algumas lojas na Coreia do Sul.

O Alipay conecta comércios a vários usuários de carteiras digitais (Imagem: Reprodução/Fanjianhua/Freepik)
O Alipay conecta comércios a vários usuários de carteiras digitais (Imagem: Reprodução/Fanjianhua/Freepik)

Além disso, o Alipay também permite aos comerciantes que usam os serviços de pagamento da Epay e da Starpay aceitem pagamentos de usuários das principais carteiras digitais asiáticas, incluindo Kakao Pay (Coreia) e AlipayHK (Hong Kong SAR, China).

Outras carteiras móveis populares do Sudeste Asiático, como GCash (Filipinas), TrueMoney (Tailândia) e Touch 'n Go (Malásia), agora também fazem parte da rede do Alipay, elevando o alcance total de consumidores nativos de dispositivos móveis do serviço para 1,3 bilhão de pessoas em todo o mundo.

O Ant Group já integrou mais de 1 milhão de comerciantes offline na Ásia e na Europa, abrangendo setores como alimentos e bebidas, turismo, hotelaria e varejo, de acordo com um comunicado da empresa compartilhado com o site TechNode nesta segunda-feira (18).

Além disso, durante a primeira semana de abril, o Ant contou com a inscrição de mais de 70.000 comerciantes fora da China no Alipay.

A expansão discreta do Ant Group em territórios internacionais foi pressionada principalmente pelo escrutínio regulatório de Pequim em relação ao setor de tecnologia na China. Em novembro de 2020, por exemplo, a empresa foi obrigada a suspender um possível IPO recorde de US$ 34,5 bilhões (R$ 161 bilhões) em Hong Kong e Xangai.

Outras parcerias do Ant Group

No final de 2021, a Restaurant Brands International Inc, uma das maiores empresas de restaurantes de fast-food do mundo e proprietária das marcas Tim Hortons, Burger King e Popeyes, e o serviço de pagamento de Cingapura NETS também integrou o Alipay em seus respectivos portais comerciais.

Além disso, no início de abril, a rede de drogarias alemã Müller, a rede sul-coreana GS25 e a empresa malaia Razer Fintech anunciaram sua integração com o serviço do Ant para permitir que seus comerciantes pudessem fazer transações por meio de carteiras digitais no exterior.

Outra notícia é que nesta segunda-feira (18), a plataforma de pagamento 2C2P com sede em Cingapura e o Ant firmaram uma parceria estratégica, com o Ant sendo acionista majoritáro da plataforma, mostrando que a empresa tem planos ambiciosos no campo dos pagamentos digitais frente a uma possível extinção do papel-moeda no futuro.

Segundo a consultoria PwC, o volume de pagamentos digitais deve aumentar mais de 80% até 2025, com as transações passando de cerca de US$ 1 trilhão (R$ 5 trilhões) para quase US$ 1,9 trilhão (R$ 10 trilhões) por ano. Até 2030, o total deve quase triplicar.

A região Ásia-Pacífico terá o crescimento mais rápido, com o volume de transações digitais — sem dinheiro em espécie — marcando um aumento de 109% até 2025 e 76% até 2030, de acordo com a consultoria.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos