Mercado fechado

Financiamento a produtor de café no Brasil soma R$2,7 bi até 1º de outubro, diz CNC

·1 minuto de leitura
Plantação de café na cidade de São João da Boa Vista, em São Paulo, Brasil
Plantação de café na cidade de São João da Boa Vista, em São Paulo, Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - A liberação dos recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) a produtores do setor alcançou 2,737 bilhões de reais na safra 2020 até o dia 1º de outubro, disse o Conselho Nacional do Café (CNC) nesta sexta-feira, com base em dados do Ministério da Agricultura.

Considerando que o montante contratado pelas instituições junto ao Funcafé, no ciclo atual, soma 5,108 bilhões de reais até o momento, o volume liberado representa 53,6%. Para esta temporada, o fundo disponibiliza um total de 5,710 bilhões de reais, ressaltou o CNC.

Do volume repassado, 1,236 bilhão de reais corresponde à comercialização-- 53,7% do disponibilizado para esta linha. Outros 647,5 milhões de reais foram para custeio (40,5%); 483 milhões de reais para Financiamento para Aquisição de Café (FAC), ou 42%; e 371 milhões para Capital de Giro (57,1%).

(Por Nayara Figueiredo; Edição de Luciano Costa)