Mercado fechado

Fim do mundo? Barulho no céu tem explicação científica e relação com pandemia

Alberto Rocha
·2 minuto de leitura

Com a pandemia do coronavírus se disseminando pelo mundo de forma rápida, a população mundial segue no isolamento social e bastante sensível a notícias que remetem a possíveis tragédias ou o fim do mundo, como muitos dizem.

Quem entrou no Twitter neste sábado (4) deve ter notado a hashtag #barulhonoceu entre os assuntos mais comentados da rede social. Entre memes, teorias ligadas ao coronavírus e referências com o apocalipse, o fato é que inúmeros usuários de todas as regiões do país registraram através de vídeos, áudios e mensagens o misterioso estrondo vindo do alto.

As reações foram, obviamente, as melhores possíveis:

Coronavírus tem relação indireta com o fenômeno da natureza

Conforme apurado pelo site BHAZ, que entrevistou especialistas no assunto, entre elas a professora pós-graduada em física Bruna Ignaczuk, o forte barulho tem ligação indireta com a pandemia da COVID-19, uma vez que os níveis de poluição diminuíram em virtude da menor atividade das pessoas pelo mundo todo.

“Pode ser que com menos funcionamento da indústria, uma quantidade menor de poluição na atmosfera influenciou a movimentação dos gases”, conta a especialista.

Já sobre o que ocasiona o tal som, Bruna explica que - por mais curioso que possa parecer - o som é natural, apesar de raro, e há registros do mesmo na Rússia desde 2012:

“O som ocorre quando gases entram em contato com mudança de pressão atmosférica. Como acontece quando o ar sai de uma bexiga cheia ou de uma panela de pressão”, explica.

E você, leitor(a), chegou a presenciar um desses barulhos? Se sim, compartilha aqui com a gente como foi essa experiência!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: