Mercado fechará em 3 h 49 min
  • BOVESPA

    118.572,54
    -1.073,86 (-0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.347,53
    +221,82 (+0,49%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,77
    -0,54 (-1,01%)
     
  • OURO

    1.862,30
    -4,20 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    31.497,71
    -2.004,39 (-5,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    627,74
    -52,17 (-7,67%)
     
  • S&P500

    3.852,78
    +0,93 (+0,02%)
     
  • DOW JONES

    31.181,35
    -7,03 (-0,02%)
     
  • FTSE

    6.728,67
    -11,72 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    +285,48 (+0,96%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.310,50
    +16,25 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5151
    +0,1071 (+1,67%)
     

Fim de linha: Yamaha Super Ténéré 1200 deixa de ser produzida no Brasil

br.info@motor1.com (Dyogo Fagundes)
·1 minuto de leitura
Yamaha Super Ténéré 1200 DX
Yamaha Super Ténéré 1200 DX

Maxitrail sai de linha após 10 anos de atuação no mercado nacional e deixa expectativa pela Ténéré 700

A Yamaha acaba de anunciar no Brasil o encerramento da produção da Super Ténéré 1200 DX ABS. A maxitrail conquistou fãs ao longo de 10 anos de oferta no mercado nacional, sendo procurada principalmente por adeptos de viagens a longas distâncias. Sai de cena por uma decisão que envolve “estratégia global, novas tendências e regulamentações”, disse a marca sem fornecer mais detalhes.

Extra-oficialmente, porém, sabe-se que o fim de linha tem relação direta com as novas normas anti-poluição implementadas em países da Europa. Apesar de as regras não valerem para o Brasil, acabaram por inviabilizar a renovação da bigtrail, deixando-a para trás diante de rivais com mais tecnologia embarcada como BMW R 1250 GS e Triumph Tiger 1200 XCx.

À venda desde 2010, a Super Ténéré tinha motor bicilíndrico com 112 cv de potência a 7.250 rpm e torque de 11,9 kgfm a 6.000 rpm. O peso era de 265 kg. A produção era concentrada em Manaus (AM), onde a Yamaha mantém complexo industrial desde 1985.

Leia também:

Atualmente, a empresa produz no Brasil 15 modelos de motocicletas, 8 modelos WaveRunner (veículos aquáticos) e 32 modelos de motores de popa. A produção nacional é exportada para países como Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e também para Mercosul e Europa.

Fica agora a expectativa pelo lançamento da versão nacional da Ténéré 700, que usa o mesmo motor da naked MT-07, porém com uma proposta de trail raiz, com pegada bastante off-road. Lançada na Europa em 2018, ela é aguardada para este ano no Brasil.

Fotos: Divulgação