Mercado abrirá em 5 h 18 min

Filha acusa pai empresário de fraude para diminuir suposta herança de R$ 1 bilhão

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Mario Luft, fundador do grupo Luft.
Mario Luft, fundador do grupo Luft.

Mais um caso de polêmica acaba de estourar na família Luft após a história envolvendo o empresário Luciano Luft e sua ex-mulher, Janaína Rocha Luft.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Desta vez, o problema envolve Mario Luft, pai e fundador do grupo, hoje reconhecido como um dos principais no setor de logística da América Latina, e a filha dele, Stephanie Golin Luft.

Leia também:

E as acusações são semelhantes às do caso anterior. Basicamente, Stephanie acusa o pai de fraudar o próprio patrimônio para diminuir a herança à qual ela teria direito, que ela e seus advogados estimam em mais de R$ 1 bilhão.

As informações são do portal de notícias UOL, que teve acesso ao advogado de Stephanie – apesar de a assessoria da família Luft não ter se pronunciado ainda.

O caso corre na Comarca de Carapicuíba, e segundo Stephanie, o processo começou depois de ela ter ficado sabendo das acusações feitas por Janaína.

Stephanie e seu advogado reclamam que, a partir de 1998, Mario teria feito uma série de manobras para tirar bens de seu nome, e executar uma espécie de “adiantamento” da herança para seus filhos, que são meio-irmãos de Stephanie, filha de outro casamento.

Com isso, a filha, que agora processa o pai para tentar obter um valor compatível às suas expectativas, teria saído prejudicada na partilha.

Os bens incluiriam três casas, dois aviões, fazendas, veículos e embarcações, segundo o advogado da jovem.

"Quero que a Justiça seja feita. Gostaria dos meus direitos preservados”, disse Stephanie ao UOL. “Sou tão filha quanto os meus irmãos.”

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube