Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.664,30
    -1.404,25 (-1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.065,49
    +339,53 (+0,67%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,64
    -0,37 (-0,51%)
     
  • OURO

    1.800,70
    +2,70 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    17.222,75
    +425,41 (+2,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,90
    +11,22 (+2,84%)
     
  • S&P500

    3.956,24
    +22,32 (+0,57%)
     
  • DOW JONES

    33.708,78
    +110,86 (+0,33%)
     
  • FTSE

    7.472,17
    -17,02 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.604,25
    +94,75 (+0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4993
    +0,0329 (+0,60%)
     

“Figurinha da Copa”, Faraó dos Bitcoin tem candidatura indeferida

Faraó dos Bitcoins como figurinha da Copa tenta mostrar que é candidato a Deputado Federal, mas justiça ainda não decidiu
Faraó dos Bitcoins como figurinha da Copa tenta mostrar que é candidato a Deputado Federal, mas justiça ainda não decidiu

Se mostrando como uma figurinha da Copa do Mundo publicamente, o “Faraó dos bitcoins” tenta mostrar para seus clientes que é candidato a deputado federal nas eleições de 2022 que ocorrerão no próximo domingo (2), embora sua candidatura permaneça com situação indeferida.

O partido Democracia Cristã (DC) apostou em Glaidson Acácio dos Santos como um dos 47 candidatos a deputado federal no Rio de Janeiro pela sigla, após ele ganhar enorme reconhecimento no Brasil como um possível golpista das criptomoedas.

Preso pela PF em 2021 na Operação Kryptos, Glaidson já foi veiculado até a um ex-piloto de Pablo Escobar, sendo que sua esposa segue foragida do Brasil, com enormes gastos em sua fuga.

Com sua empresa GAS Consultoria não pagando os clientes e em recuperação judicial, o Faraó tentou mudar sua imagem para buscar o Foro Privilegiado do STF, mas ao que tudo indica, ele não deve aparecer na foto da urna.

Rindo em figurinha da copa feita para campanha, faraó dos bitcoins segue com candidatura indeferida

O partido Democracia Cristã apresentou no TSE 47 candidatos a Deputado Federal no Estado do Rio de Janeiro, sendo que 42 tiveram sua candidatura aprovada.

Outros dois candidatos não tiveram seus pedidos conhecidos e um teve sua candidatura indeferida. Além disso, outros dois possíveis concorrentes aguardam definição do Tribunal Superior Eleitoral sobre seus casos.

Um deles é o Faraó dos Bitcoins, que no TSE está com sua candidatura “Indeferida com Recurso”, que indica que ainda não é oficialmente um candidato como tenta mostrar aos antigos clientes da GAS pelas suas redes sociais.

Para mostrar ser um candidato, o Faraó tem publicado sua imagem em figurinhas da Copa, vídeos de supostos apoiadores, entre outros materiais de campanha que tentam legitimar sua condição.

Contudo, a situação de Glaidson não será fácil, visto que o TRE-RJ já indeferiu sua candidatura no estado com vistas do MPRJ, que disse que esse não é um candidato com a ficha limpa.

Procuradoria Geral Eleitoral pede que candidatura seja indeferida

O Vice-Procurador Geral Eleitoral em Brasília, Paulo Gustavo Gonet Branco, conforme um documento obtido pelo Livecoins, declarou no último dia 24 de setembro que a candidatura do faraó dos bitcoins deve ser indeferida, visto que ele era dono de uma empresa financeira que coletava investimentos com promessas de devoluções com juros por meio de criptomoedas.

Assim, com entendimento do STJ, essa empresa responde a crimes contra o Sistema Financeiro Eleitoral e então Glaidson não tem a ficha limpa.

Caso essa situação não seja revertida, a situação pode mudar para indeferido de vez, ainda que a defesa sustente que essa não era uma empresa financeira e tenta reverter a situação.

Vale lembrar que ele não pagou os R$ 19 bilhões devidos aos clientes conforme determinação judicial e segue preso no Rio de Janeiro.

Fonte: Livecoins