Mercado fechará em 4 h 45 min
  • BOVESPA

    108.419,82
    -3.019,55 (-2,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.766,47
    -541,24 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,93
    -1,04 (-1,45%)
     
  • OURO

    1.766,80
    +15,40 (+0,88%)
     
  • BTC-USD

    43.960,06
    -3.652,54 (-7,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.095,15
    -39,24 (-3,46%)
     
  • S&P500

    4.366,46
    -66,53 (-1,50%)
     
  • DOW JONES

    34.112,01
    -472,87 (-1,37%)
     
  • FTSE

    6.895,99
    -67,65 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.999,25
    -326,75 (-2,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2463
    +0,0469 (+0,76%)
     

Figueirense está perto de se tornar o clube mais vezes defendido pelo goleiro Rodolfo Castro

·2 minuto de leitura


No último sábado (17), o goleiro do Figueirense Rodolfo Castro, fez sua 34ª partida vestindo as cores do clube, o mesmo número de jogos que fez pelo Académico de Viseu, clube que até então mais tinha atuado. Diante do próximo adversário pela Série C, o atleta fará sua 35ª partida pelo Furacão do Estreito e o time catarinense se tornará o clube que Rodolfo Castro mais defendeu como atleta profissional na carreira.

O goleiro jogou pelo time português em 2017 e, na ocasião, sofreu 44 gols, uma média de 1.29 gols/jogo. Com mais quatro temporadas de experiência, pelo Figueirense o arqueiro sofreu apenas 26 gols, 18 a menos que na equipe lusitana e tendo uma média de 0.76 gol/jogo.

No momento, Rodolfo está em sua 3ª temporada de Figueirense e, aos 26 anos, é um dos líderes do elenco. Isso acontece por Rodolfo Casto ser um dos jogadores há mais tempo no clube, ao lado do lateral Everton Santos. Após assumir a vaga de Sidão em dezembro de 2020 e se destacar na meta alvinegra, a diretoria do clube renovou seu contrato até 31 de dezembro de 2022. Em janeiro de 2021 Rodolfo Castro fez pelo Furacão do Estreito sua 100ª partida como atleta profissional, diante da Chapecoense, pela 34ª rodada da Série B.

Na temporada 2021, o goleiro se recuperou de uma lesão no joelho no início da temporada e reassumiu a titularidade na disputa da Série C. Enquanto Rodolfo Castro esteve longe da meta, o Figueirense teve um aproveitamento de 28% em 12 jogos, com 2 vitórias, 4 empates e 6 derrotas. Além disso, a equipe levou 16 gols e teve uma média de 1.33 gols/jogo. Já com Rodolfo no gol, a equipe possui 41.6% de aproveitamento em 8 jogos, tendo 2 vitórias, 4 empates e 2 derrotas. As médias de gols tomados caem exponencialmente também: foram apenas 4 gols em 8 jogos, uma média de apenas 0.5 gol/jogo.

Antes do Figueirense, Rodolfo Castro teve uma extensa carreira em diversos clubes do Brasil, tendo se formado nas categorias de base do Atlético-MG e passando por clubes como Guarani-SP, Boa Esporte-MG, Académico de Viseu-POR e Moto Clube-MA. Além disso, carrega no currículo duas convocações para a Seleção Brasileira de base, quando foi chamado para jogar pelo sub-23 e sub-20, em 2014. Rodolfo Castro possui 112 jogos na carreira(40 vitórias, 34 empates e 38 derrotas), com uma média geral de 1.01 gol sofrido/jogo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos