Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,89
    +0,12 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.854,80
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    32.534,72
    -912,53 (-2,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    653,79
    -23,11 (-3,41%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.638,85
    -56,22 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    30.159,01
    +711,16 (+2,41%)
     
  • NIKKEI

    28.822,29
    +190,84 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    13.468,50
    -7,00 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6362
    -0,0158 (-0,24%)
     

Fifa condena Jô e Corinthians a pagamento de R$ 18,3 milhões

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Jô foi recontratado pelo Corinthians em junho deste ano após deixar o Nagoya (Daniel Augusto Jr/Corinthians)
Jô foi recontratado pelo Corinthians em junho deste ano após deixar o Nagoya (Daniel Augusto Jr/Corinthians)

A Fifa condenou Jô e também o Corinthians ao pagamento de US$ 3,4 milhões (R$ 18,3 milhões) depois de o atacante ser processado pelo Nagoya Grampus, do Japão. A decisão da entidade máxima do futebol ainda não chegou ao clube brasileiro, mas já foi anunciada.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Jô deixou o Nagoya Grampus com a justificativa de que seus filhos estavam no Brasil - só ele e a esposa continuavam no Japão em meio à pandemia. O contrato terminaria em 31 de dezembro deste ano e ele se acertou com o Timão em junho.

Leia também:

Os japoneses afirmaram na Fifa que não concordaram com a rescisão do vínculo. A cobrança se deu em relação ao atacante e também ao Corinthians como clube solidário, por ter acolhido o atacante.

O Corinthians já decidiu que recorrerá da decisão e levará o caso à Corte Arbitral do Esporte. Antes, porém, o Timão terá de aguardar pela notificação da Fifa, que deve chegar em 60 dias. De acordo com o departamento jurídico alvinegro, não haverá qualquer decisão final da Corte Arbitral antes de um ano.

Desde que foi contratado, Jô disputou 19 partidas e marcou cinco gols. Nas últimas semanas, porém, ele tem sido baixa por causa de uma lesão.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos