Mercado fechará em 1 h 4 min
  • BOVESPA

    113.843,63
    +1.561,35 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.489,25
    +150,91 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    +1,05 (+1,45%)
     
  • OURO

    1.750,20
    -28,60 (-1,61%)
     
  • BTC-USD

    44.758,00
    +1.379,41 (+3,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.122,65
    +13,73 (+1,24%)
     
  • S&P500

    4.458,09
    +62,45 (+1,42%)
     
  • DOW JONES

    34.824,50
    +566,18 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.322,25
    +158,75 (+1,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2288
    +0,0200 (+0,32%)
     

Fidelity aumenta contratações nos EUA com boom de negociações

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Fidelity Investments planeja fazer 9.000 novas contratações nos Estados Unidos até o final do ano já que a empresa vê um crescimento recorde em meio a um aumento nas negociações de ações.

A maioria dos novos cargos atenderá clientes e será orientada para a tecnologia, disse a empresa com sede em Boston em comunicado. Combinado com seus planos de abril de adicionar cerca de 4.000 trabalhadores em seis meses, a Fidelity ruma para quase dobrar seus esforços de contratação em relação ao ano passado.

As contratações ocorrem em meio a um boom das negociações de investidores do varejo durante a pandemia de Covid-19. Os beneficiários incluíram a Fidelity, bem como seus concorrentes Charles Schwab Corp. e Robinhood Markets Inc., que bateu recordes de abertura de novas contas.

“A Fidelity continua a alcançar forte crescimento e resultados,” Abigail Johnson, CEO da empresa, disse no comunicado. “Nossa solidez e estabilidade financeira nos permitem fazer investimentos significativos em nossos negócios e criar valor para as pessoas que temos o privilégio de servir.”

A Fidelity, com cerca de 38 milhões de clientes, adicionou 1,7 milhão de novas contas de pessoas físicas no segundo trimestre, um aumento de 39% em relação ao mesmo período do ano anterior. Cerca de 697.000 dessas novas contas foram abertas por investidores com 35 anos ou menos. A média diária de negociações realizadas nos três meses até junho aumentou 14% ano a ano.

As novas contratações também ajudarão nos novos produtos da empresa, incluindo a Conta Jovem da Fidelity, de acordo com o comunicado. A nova modalidade de conta de corretagem, lançada em maio, oferece contas de investimento, poupança e cartões de débito para jovens de 13 a 17 anos, cujos pais são clientes. Esses adolescentes podem negociar ações listadas nos Estados Unidos, fundos mútuos da Fidelity e a maioria dos fundos negociados em bolsa, sem taxas de conta ou comissões.

A Fidelity planeja oferecer um modelo de trabalho híbrido para seus funcionários, de acordo com o comunicado. Concorrentes, incluindo o Vanguard Group também adotaram tal arranjo.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos