Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    +0,23 (+0,32%)
     
  • OURO

    1.816,60
    -5,60 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    39.442,23
    -877,65 (-2,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.964,00
    +11,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1205
    -0,0675 (-1,09%)
     

Fiat tem 5 dos 10 carros mais vendidos do Brasil; entenda

·2 minuto de leitura
Strada foi um dos grandes responsáveis pela volta à liderança da Fiat (Foto: Divulgação)
Strada foi um dos grandes responsáveis pela volta à liderança da Fiat (Foto: Divulgação)
  • Foi o melhor 1º semestre da Fiat desde 2013

  • A falta de peças não atingiu tanto a montadora quanto seus rivais

  • Nas vendas para locadoras, a Fiat também se destacou bastante

A Fiat voltou a liderar a venda de automóveis e comerciais leves no Brasil cinco anos após perder o topo do ranking. 

Em junho, a marca emplacou cinco dos dez veículos mais vendidos do País - Strada, Argo, Mobi, Toro e Cronos, fechando o primeiro semestre com 22,2% de participação do mercado, à frente da Volkswagen, que teve 16,4%. As informações são do UOL.

Leia também:

Ao longo deste ano já são mais de 223 mil veículos novos comercializados da marca. Segundo a Fiat, foi o melhor primeiro semestre desde 2013.

E vale ressaltar: todos esses bons números sem a Fiat lançar SUV, que corresponde a mais de 30% dos emplacamentos de carros de passeio.

Motivos para o sucesso

A Fiat conseguiu retomar essa liderança de vendas com alguns pontos. A empresa sofreu, mas nem tanto, com a falta de peças como seus rivais, por exemplo. A fábrica em Betim chegou a ficar paralisada, mas conseguiu entregar modelos com as peças disponíveis.

A General Motors, líder em vendas de carros no Brasil até então, perdeu muito mercado com essa crise dos componentes. Desde 5 de abril está sem produzir o Chevrolet Onix, o carro mais vendido nos últimos seis anos.

 Assim, nos primeiros seis meses deste ano, a General Motors caiu para o terceiro lugar no ranking geral, com 12,38% de participação no mercado.

Outro fator para a volta da liderança da Fiat é a nova geração da Strada - com 61 mil exemplares comercializados no primeiro semestre, a picape, sozinha, é responsável por mais de 27% das vendas da marca.

A Fiat também cresceu no segmento sedã, com o Cronos, que garantiu quase 25% nesse mercado, o que não acontecia desde 2005.

Nas vendas diretas, especialmente locadoras de veículos, a Fiat se destacou bastante. De janeiro a junho, a montadora teve 31% de participação nesse mercado. É quase o dobro da segunda colocada, a Volkswagen, com 18,5%. Se considerarmos apenas os comerciais leves, a vantagem é bem maior: 57,4% da Fiat contra 11,5% da Volks.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos