Mercado abrirá em 3 h 49 min
  • BOVESPA

    128.057,22
    -1.202,27 (-0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.202,80
    -376,30 (-0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,60
    -0,44 (-0,62%)
     
  • OURO

    1.791,30
    +16,50 (+0,93%)
     
  • BTC-USD

    37.796,59
    -1.516,52 (-3,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    939,32
    -30,55 (-3,15%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.121,51
    -31,92 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.193,50
    +28,00 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    +0,0129 (+0,22%)
     

Fiat só fabricará carros elétricos a partir de 2030; Brasil segue como incógnita

·2 minuto de leitura

A Fiat é mais uma montadora a confirmar o óbvio: vai parar de fabricar carros a combustão até 2030. O ano tem sido muito citado pelas empresas, pois coincide com os prazos dados pela União Europeia para a adequação e reformulação da indústria automotiva local. Os planos da fabricante italiana, porém, estão restritos à Europa e não há previsão para que o mesmo ocorra aqui no Brasil, um dos maiores mercados da montadora.

Essa decisão foi informada pelo CEO da Fiat e diretor de marketing do Grupo Stellantis, Oliver François. Segundo o executivo, o processo para a transformação completa da linha da montadora começará a ser executado com mais força a partir de 2025, quando a empresa já vai eliminar os carros a combustão convencionais e passará a fabricar apenas modelos que sejam, no mínimo, híbridos.

Após a fusão da FCA (Fiat, Chrysler, Jeep, Ferrari, Maserati) com a PSA (Peugeot, Citroën), ficou mais clara a ideia da eletrificação de toda a gama do conglomerado, que reúne alguns dos automóveis mais populares do Velho Continente, como o Peugeot 208, o Fiat 500 e outros. Esses dois modelos, aliás, possuem variantes 100% elétricas que estão a caminho do Brasil. No caso do italiano, sua chegada é prevista para o segundo semestre em sua versão com mais de 300 quilômetros de autonomia e 117cv de potência — o suficiente para as necessidades nas grandes cidades brasileiras.

O Fiat 500e está confirmado para o Brasil/ Imagem: Stellantis
O Fiat 500e está confirmado para o Brasil/ Imagem: Stellantis

O Grupo Stellantis também confirmou que as versões híbridas plug-in do Jeep Compass e do Jeep Renegade também desembarcarão aqui no Brasil, bem como um modelo compacto 100% elétrico da Citroën.

Mesmo com essas confirmações, ainda é uma incógnita a direção que a Fiat e as demais empresas do grupo terão com relação ao mercado em países emergentes, sobretudo no Brasil. Por mais que a eletrificação seja um caminho sem volta, a falta de infraestrutura e de um posicionamento governamental mais firme sobre o tema impedem prognósticos mais assertivos.

Fique ligado no Canaltech para mais informações sobre o mercado automotivo brasileiro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos