Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.299,39
    +85,51 (+0,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

FGTS: quem comprar imóvel poderá usar fundo para pagar atraso em 12x

·1 min de leitura
FGTS: quem comprar imóvel poderá usar fundo para pagar atraso em 12 parcelas
FGTS: quem comprar imóvel poderá usar fundo para pagar atraso em 12 parcelas
  • A proposta foi feita pelo Conselho Curador do fundo, publicada nesta quarta-feira (20) no Diário Oficial;

  • Pela regra atual, os recursos do FGTS estão limitados a três prestações para esta modalidade;

  • Medida vale até 31 de dezembro deste ano.

Os trabalhadores que estiverem aptos a usar o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderão pagar até 12 parcelas em atraso dos contratos no âmbito do Sistema Financeiro da Habitação (SFH). A proposta foi feita pelo Conselho Curador do fundo, publicada nesta quarta-feira (20) no Diário Oficial da União. A medida vale até 31 de dezembro de 2022.

Pela regra atual, os recursos do FGTS estão limitados a três prestações para esta modalidade. O aporte pode "integrar o valor a ser abatido" na dívida total.

No entanto, é importante destacar que a medida é temporária: válida entre os dias 2 de maio e 31 de dezembro.

Começando a ser liberado nesta quarta-feira (20) para os nascidos em janeiro, o saque de até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode dar um alívio nas contas de muitos trabalhadores. Segundo a Caixa, cerca de 40 milhões de trabalhadores com saldo em conta ativas ou inativas do FGTS vão poder sacar até R$ 1 mil.

Qualquer pessoa que tiver conta vinculada do FGTS, ativa ou inativa, poderá sacar. O valor é limitado ao saldo que o trabalhador tiver em conta. Quem tiver menos de R$ 1 mil nas contas, vai sacar menos.

A maioria dos trabalhadores deve receber o dinheiro automaticamente, na conta poupança social digital da Caixa. A exceção é em caso de dados incompletos que não permitam a abertura da conta. Caso isso aconteça, o trabalhador terá de pedir a liberação dos recursos por meio dos canais digitais do banco. Não é preciso ir a uma agência da Caixa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos