Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    +0,23 (+0,32%)
     
  • OURO

    1.812,30
    -5,80 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    39.427,48
    -902,00 (-2,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.964,75
    +12,00 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1205
    -0,0675 (-1,09%)
     

Festa "livre de COVID" nos Países Baixos acaba com 180 pessoas infectadas

·1 minuto de leitura

Mesmo que alguns países já estejam avançados na vacinação contra a COVID-19, ainda não é o momento de arriscar a voltar a viver normalmente. Prova disso aconteceu nos Países Baixos, quando uma festa classificada como "livre de COVID" resultou em 180 diagnósticos positivos.

O evento em questão foi uma festa de reabertura de um bar chamado Aspen Valley, na cidade de Enschede, e aconteceu no dia 26 de junho para um público de 800 pessoas. Para entrar, o visitante deveria confirmar que está vacinado ou não infectado pelo coronavírus. No local, não foi exigido o uso de máscaras de proteção, tampouco que fosse feito o distanciamento social.

De acordo com a imprensa local, o plano do bar era funcionar em um esquema de testagem antes da entrada. Nele, as pessoas que foram testadas e receberam respostas negativas recebiam um QR code que era escaneado na entrada do evento. O bar chegou a publicar um pôster no Facebook, assegurando que daria tudo certo com os cuidados adequados.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Se prepare com cuidado e leia atentamente a todas as regras para evitar decepções. É assim que ajudaremos uns aos outros para finalmente fazermos uma grande festa de novo", dizia o cartaz. Segundo um funcionário que pediu para não ser identificado, o bar não aderiu às medidas de segurança, e alguns participantes da festa estavam compartilhando com outras pessoas os códigos QR com resultados negativos para a doença.

As autoridades de saúde de Enschede, desde então, estão em andamento com uma campanha de rastreio de contatos, convidando a todos que estiveram na festa para fazer o teste. Tommy de Groot, proprietário do bar, revelou à imprensa que foi feito de tudo para que a festa não trouxesse prejuízos à saúde dos participantes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos