Mercado abrirá em 7 h 4 min

Ferrari | Não espere ver um modelo elétrico antes de 2025, diz CEO

Felipe Ribeiro

A Ferrari anunciou seu primeiro carro híbrido plugin, a SF90 Stradale, em maio deste ano, em um claro aceno de que irá abraçar a eletrificação. Mas isso não quer dizer que os carros puramente elétricos devam aparecer tão logo na montadora italiana. Segundo o CEO da marca, Louis Camilleri, a empresa não deve investir em EVs antes de 2025. Para ele, esse tipo de tecnologia não atenderia às expectativas da Ferrari.

O executivo disse que havia "problemas significativos" com o alcance e a velocidade de recarga, impedindo a Ferrari de apostar nisso efetivamente. Embora a montadora estivesse analisando a possibilidade de um carro elétrico, o foco será mesmo em híbridos, como a SF90 Stradale. A empresa quer que os híbridos representem 60% de suas vendas até 2022 e está explorando alternativas como células a combustível de hidrogênio e biocombustíveis para determinar o que seria "o mais eficiente e eficaz".

Seria legal ver a Ferrari apostando em um carro livre de emissões, mas uma das assinaturas dessas máquinas é seu ronco espetacular e sua autonomia surpreendente para um esportivo. Em um modelo elétrico, isso certamente seria perdido, embora o torque e a sensação de dirigir pouco mudem. Para se ter ideia, o Porsche Taycan manteve-se como um carro ágil e arisco mesmo no seu modelo elétrico, mas a autonomia é de apenas 320 quilômetros. Além disso, existem poucos carregadores ultrarrápidos pelas cidades europeias. Isso certamente afasta a Ferrari de fazer seu próprio EV.

SF90 stradale foi a porta de entrada da Ferrari na eletrificação

"A tecnologia das baterias ainda não está onde deveria estar", disse Camilleri durante um almoço com repórteres no Centro Stile, na fábrica da Ferrari, em Maranello. “Ainda existem questões significativas em termos de autonomia, em termos de velocidade de recarga. Então, eventualmente, lançaremos um [carro elétrico] um, mas depois de 2025. Não no curto prazo”, acrescentou.

Tesla está chegando lá

O Tesla Roadster promete chegar exatamente aonde a Ferrari quer: ele terá um alcance de 960 quilômetros graças a uma bateria enorme, além de fazer o 0 a 100km/h em menos de dois segundos, com sua velocidade máxima ultrapassando os 300km/h.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: