Mercado fechará em 1 h 27 min
  • BOVESPA

    124.025,89
    -1.977,97 (-1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.923,86
    +26,07 (+0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,72
    -0,19 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.800,70
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    37.826,75
    -1.804,62 (-4,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    893,42
    +17,19 (+1,96%)
     
  • S&P500

    4.388,29
    -34,01 (-0,77%)
     
  • DOW JONES

    34.974,45
    -169,86 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.996,08
    -29,35 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.086,43
    -1.105,89 (-4,22%)
     
  • NIKKEI

    27.970,22
    +136,93 (+0,49%)
     
  • NASDAQ

    14.876,50
    -241,25 (-1,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1223
    +0,0120 (+0,20%)
     

Ferramenta pode prever casos de Covid-19 na África

·2 minuto de leitura
Ferramenta pode prever casos de Covid-19 na África
Ferramenta pode prever casos de Covid-19 na África

Projetar a evolução do número de casos de Covid-19 pode ser crucial para controlar a pandemia e um grupo de cientistas pode estar conseguindo fazer isso na África. Uma ferramenta de vigilância é capaz de criar uma base de dados para prever como vai estar a situação da doença em cada país do continente.

Steven Schiff, Professor de Engenharia da Universidade Penn State, na Pennsylvania, Estados Unidos, começou a aplicar o sistema que criou para rastrear doenças virais em 2020, quando o primeiro caso de Covid-19 foi identificado no Egito, esse foi ainda a primeira vez que o diagnóstico positivo foi dado em um país da África.

Covid-19 na África

Depois de mais de um ano de trabalho, os resultados da pesquisa foram publicados no o Proceedings of the National Academy of Sciences no final de junho. Para entender a evolução da pandemia, os cientistas se baseiam nos casos de outros países, na população do local, economia e planos de controle contra a proliferação do vírus.

“Quando a pandemia de Covid-19 começou, tínhamos essa equipe incomum de cientistas trabalhando arduamente para implementar o P3H na África e pensamos que podíamos contribuir muito para a luta contra esse novo vírus”, explicou Schiff.

“Você precisa de informações coletadas em tempo real sobre o vírus, como testes e bloqueios, bem como outros fatores que influenciam, como a segurança econômica variada de diferentes países e seus sistemas de saúde. Nossa estratégia sintetiza todos esses dados em toda a África para fazer projeções surpreendentemente boas do número esperado de casos com base em como esses fatores interagem e influenciam a transmissão de Covid na população”, completou ainda.

Leia mais:

“Em setembro e outubro de 2020, no auge dos casos Covid, o modelo projetava um aumento nos casos transfronteiriços, levando o governo a fechar nossa fronteira. Tivemos menos casos do que o projetado porque fomos capazes de mitigar uma fonte prevista que foi bem capturado no modelo”, disse ainda Abraham JB Muwanguzi, outro autor da pesquisa.

As projeções sobre a Covid-19 fornecidas pelo grupo para Uganda ajudaram o país da África a lidar com a pandemia, conseguindo adquirir mais suprimentos médicos e evitando uma maior sobrecarga hospitalar. Os próximos passos são expandir os métodos para outros países.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos