Mercado abrirá em 6 h 26 min

Botão de edição do Twitter será liberada apenas a assinantes

Rede social escreveu
Rede social escreveu "Se você vir um Tweet editado é porque estamos testando o botão de edição. Isso está acontecendo e vai dar tudo certo" (REUTERS/Dado Ruvic/Illustration)
  • Opção de editar tuítes só estará disponível para assinantes pagos

  • Twitter explicou que ainda está testando o recurso internamente com um pequeno grupo

  • Ideia é expandir a ferramenta para todos os usuários em breve

Usuários do Twitter celebraram nesta semana a possibilidade de editar tuítes. No entanto, uma reportagem da Reuters aponta que a opção, pelo menos neste primeiro momento, só será disponibilizada para assinantes pagos.

Nesta quinta-feira, a rede social, em seu perfil oficial, escreveu "Se você vir um Tweet editado é porque estamos testando o botão de edição. Isso está acontecendo e vai dar tudo certo".

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 MinutosNão está claro se, ou quantos, os usuários verão os tweets editados em seus feeds. Mas a plataforma compartilhou uma captura de tela de como será esse recurso, com um ícone de caneta e um carimbo de data e hora da "última edição" no canto inferior esquerdo de um tweet.

Segundo o portal NPR, em uma postagem no blog da plataforma, o Twitter explicou que está testando o recurso internamente com um pequeno grupo. A ideia é lançá-lo para os assinantes do Twitter Blue e depois expandi-lo gradualmente nas próximas semanas.

"Dado que este é o nosso recurso mais solicitado até o momento, queríamos atualizá-lo sobre nosso progresso e avisá-lo de que, mesmo que você não esteja em um grupo de teste, todos ainda poderão ver se um tweet foi editado".

Novo recurso

Nesta terça-feira (30), o Twitter implementou a 'Roda' para todos seus usuários. O recurso permite aos perfis da rede social criar uma lista de seguidores seletos, capazes de ver tuítes exclusivos da conta, de maneira similar ao "Melhores Amigos" do Instagram.

A ferramenta estava em fase de testes desde maio, quando alguns usuários tiveram acesso a ferramenta, mas agora está liberada para todo mundo.

Ao todo podem ser adicionadas 150 pessoas na lista da 'Roda', que verão as publicações oculta para os demais, além de poderem interagir respondendo e curtindo os tuítes. A opção de retuíte e compartilhar, no entanto, fica desabilidade.