Mercado abrirá em 8 h 36 min
  • BOVESPA

    120.294,68
    +997,55 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.329,84
    +826,13 (+1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,10
    -0,05 (-0,08%)
     
  • OURO

    1.738,30
    +2,00 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    63.474,11
    +197,34 (+0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.383,00
    +7,22 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.124,66
    -16,93 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.730,89
    +53,62 (+0,16%)
     
  • FTSE

    6.939,58
    +49,09 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    28.623,90
    -276,93 (-0,96%)
     
  • NIKKEI

    29.640,57
    +19,58 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    13.810,25
    +11,50 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7693
    -0,0036 (-0,05%)
     

Felipe Neto agradece a Lula: "Nunca tentou me silenciar"

Patrick Monteiro
·1 minuto de leitura
Felipe Neto agradeceu ao ex-presidente Lula no Twitter (reprodução / instagram @felipeneto @lulaoficial)
Felipe Neto agradeceu ao ex-presidente Lula no Twitter (reprodução / instagram @felipeneto @lulaoficial)

Felipe Neto está no centro das atenções nos últimos dias. Um delegado da Polícia Civil intimou o empresário a prestar esclarecimentos sobre um suposto crime após chamar o presidente Jair Bolsonaro de “genocida” nas redes sociais.

A crítica de Neto aconteceu dentro de uma série de tuites sobre a ineficaz condução da crise do coronavírus no Brasil. O registro, para a apuração policial, foi feita pelo filho do presidente, Carlos Bolsonaro, que é um opositor de Felipe.

Leia também:

O influenciador já teria denunciado diversas vezes o vereador como líder de um suposto gabinete do ódio, um grupo de pessoas responsáveis por criar postagens falsas nas redes socais a favor do governo e incitar o ódio a opositores.

Após a denúncia uma série de famosos, políticos e influenciadores se posicionaram contra o ato que fere a liberdade de expressão, ato garantido na constituição. Entre os que manifestaram indignação está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Manifesto minha solidariedade a Felipe Neto. Que a tentativa de intimidação e censura desse desgoverno não o impeça de continuar se manifestando livremente, como é próprio da democracia, independente de sua posição. O silenciamento é uma das armas do fascismo”, escreveu Lula.

Felipe agradeceu e avaliou: “Passei mais de cinco anos atacando o Lula. Nunca recebi sequer uma notificação. Nunca tentou me silenciar. Isso diz muito.”