Mercado abrirá em 1 h 7 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,16
    -0,20 (-0,28%)
     
  • OURO

    1.783,80
    -1,70 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    49.392,78
    -74,49 (-0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.290,19
    -14,93 (-1,14%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.330,87
    -6,18 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.254,86
    +257,99 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.328,50
    -63,75 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2698
    -0,0043 (-0,07%)
     

FedEx fecha base de pilotos em Hong Kong por regras de quarentena

·1 min de leitura
Hong Kong é o principal centro logístico de mercadorias em nível internacional, mas este status se encontra ameaçado pelas restrições impostas à mobilidade internacional com a pandemia da covid-19 (AFP/Anthony WALLACE)

O gigante do transporte mundial FedEx anunciou, nesta quarta-feira (17), o fechamento de sua base de tripulação em Hong Kong e a realocação de seus pilotos, devido às rígidas medidas de quarentena impostas durante a covid-19 nesta cidade - informou a imprensa local.

"Como o ambiente de negócios global continua em evolução e diante dos requisitos de Hong Kong pela pandemia, a FedEx decidiu fechar sua base em Hong Kong e realocar seus pilotos", disse a empresa, em um comunicado transmitido à radioemissora pública RTHK.

O anúncio é um novo golpe para a reputação deste centro internacional de negócios e logística, abalado por seu isolamento do restante do mundo causado pelas rígidas medidas de quarentena para se entrar na cidade.

Ontem (16), as autoridades de Hong Kong enviaram mais de 100 pilotos de carga da Cathay Pacific para cumprirem 21 dias de quarentena. A medida foi tomada depois que três deles deram positivo em testes de detecção do coronavírus ao retornarem da Alemanha.

De acordo com uma nota do chefe dos pilotos da FedEx, Robin Sebasco, publicada pelo jornal South China Morning Post, a decisão de realocar a frota busca "dar alguma estabilidade para a tripulação, dado que não há um calendário claro de quando a vida voltará à normalidade em Hong Kong".

jta/mtp/dbh/me/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos