Mercado abrirá em 8 h 48 min

Federação Peruana confirma manutenção do técnico Gareca apesar de maus resultados

·2 minuto de leitura
O técnico do Peru, Ricardo Gareca, dá ordens a seus jogadores durante o jogo contra a Argentina pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo-2022 disputada em Lima no dia 17 de novembro de 2020

A Federação Peruana de Futebol (FPF) confirmou nesta segunda-feira a continuidade do argentino Ricardo Gareca como técnico da seleção, apesar dos maus resultados nas quatro rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022.

"Ricardo Gareca continua no comando da seleção nacional porque tem força, capacidade e nosso apoio", disse o diretor esportivo Juan Carlos Oblitas em videoconferência.

"A pessoa certa neste momento difícil que vivemos, um momento complicado para tirar a seleção do buraco em que caímos, é Ricardo Gareca", disse Oblitas depois de mostrar preocupação com os maus resultados da seleção nas Eliminatórias.

Com três derrotas e um empate nas quatro primeiras rodadas do torneio, o Peru tem apenas um ponto e é penúltimo na tabela, logo acima da lanterna Bolívia, que tem a mesma pontuação, mas com pior saldo de gols.

"É preciso ter muito cuidado com esse momento de pausa. Não é a primeira vez. Passamos por momentos difíceis como esse no início das eliminatórias passadas e o Ricardo teve a capacidade de reverter a situação", comentou Oblitas.

Gareca, de 62 anos, comanda o Peru desde 2015. 'El Tigre' é reverenciado pelos torcedores após conseguir levar a seleção peruana à Copa do Mundo da Rússia-2018 após uma longa ausência em mundiais de 36 anos.

Oblitas disse que a falta de empenho e a parte mental de alguns jogadores seria um dos principais fatores para explicar o atual momento que vive a equipe.

"A cabecinha de alguns jogadores pode não estar no lugar como estava na outra eliminatória. O fato de pensarem que já somos jogadores de Copa do Mundo os leva a pensar em outras coisas. Se recuperarmos a humildade, o espírito de união e o coletivo acima de tudo, estaremos no caminho certo", declarou ele.

"Temos que voltar a ser uma equipe competitiva como éramos recentemente", acrescentou.

O próximo jogo do Peru será no dia 25 de março contra a Bolívia, em La Paz, onde nunca venceu nas eliminatórias.

cm/cl/aam