Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,81
    -0,22 (-0,55%)
     
  • OURO

    1.922,70
    -6,80 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    12.869,46
    +1.812,45 (+16,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    257,38
    +12,49 (+5,10%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.754,42
    +184,88 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    23.483,62
    -155,84 (-0,66%)
     
  • NASDAQ

    11.629,00
    -62,25 (-0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6510
    +0,0010 (+0,02%)
     

Fed não pensará em aumentar juros até que inflação atinja 2%, diz vice-chair

·1 minuto de leitura
Vice-chair do Federal Reserve, Richard Clarida
Vice-chair do Federal Reserve, Richard Clarida

WASHINGTON (Reuters) - O vice-chair do Federal Reserve, Richard Clarida, afirmou nesta quarta-feira que as autoridades de política monetária "não irão nem ao menos começar a pensar" em elevar os juros até que a inflação atinja 2%, em comentários com o objetivo de ajudar a consolidar o entendimento do público sobre a nova postura do banco central em relação à política monetária.

"Os juros ficarão no nível atual, que é basicamente zero, até que a inflação observada pelo PCE tenha atingido 2%", disse Clarida na Bloomberg, referindo-se à medida preferida de preços do Fed.

"Isso é ´ao menos´. Podemos na realidade manter os juros nesse nível depois disso. Mas não vamos nem começar a pensar em subir, esperamos, até que tenhamos realmente a inflação observada ... igual a 2%", completou.

"Também queremos que nossos indicadores do mercado de trabalho sejam consistentes com o pleno emprego."

(Reportagem de Howard Schneider)