Mercado fechará em 42 mins
  • BOVESPA

    107.288,93
    +1.041,78 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.412,44
    +1.018,41 (+2,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,39
    +2,80 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.839,10
    +23,20 (+1,28%)
     
  • BTC-USD

    30.094,24
    +791,14 (+2,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,26
    +17,02 (+2,61%)
     
  • S&P500

    3.921,05
    -2,63 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    31.396,11
    -93,96 (-0,30%)
     
  • FTSE

    7.302,74
    -135,35 (-1,82%)
     
  • HANG SENG

    20.120,68
    -523,62 (-2,54%)
     
  • NIKKEI

    26.402,84
    -508,36 (-1,89%)
     
  • NASDAQ

    12.019,00
    +83,50 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1905
    -0,0278 (-0,53%)
     

Fed inicia reunião de política monetária e mercado espera alta de taxas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Edifício do Federal Reserve em Washington (AFP/SAUL LOEB) (SAUL LOEB)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Comitê de Política Monetária do Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos iniciou, nesta terça-feira (3), uma reunião de dois dias, que deve anteceder o anúncio de uma alta de meio ponto percentual de sua taxa referencial, a primeira desta magnitude desde maio de 2000.

O objetivo é tentar controlar a inflação enquanto os preços sobem sem parar há um ano.

A inflação subiu 6,6% em 12 meses até março nos EUA e os preços subiram 0,9% entre fevereiro e o mês passado, segundo o índice PCE, seguido pelo Fed.

Em outro indicativo da inflação, o IPC, referência para o cálculo de pensões, demonstrou um aumento de preços de 8,5% em 12 meses até março, o maior desde dezembro de 1981.

Os dois índices são calculados a partir de grupos de bens e serviços diferentes, o que explica a diferença de percentuais.

Em março, o Fed subiu suas taxas pela primeira vez desde 2018.

Seu primeiro movimento foi prudente, com uma alta de 0,25 pontos de base, para levar as taxas de juros na faixa de 0,25-0,50%. Então, manifestou sua predisposição a outras seis altas este ano, uma a cada reunião de política monetária.

Além de subir as taxas de juros, o Fed deveria dar indícios de uma redução de suas tendências em títulos, outra etapa importante da normalização monetária.

As taxas se mantiveram ultra baixas durante a pandemia para apoiar a economia, e agora sobem para conter a inflação.

- Estabilidade de preços é "essencial" -

Pressionado, o presidente do Fed, Jerome Powell, sustenta que é "absolutamente essencial" restabelecer a estabilidade de preços e subir "rapidamente" as taxas.

O Fed tem duas obrigações principais: garantir a estabilidade de preços e os empregos.

A taxa de desemprego caiu 3,6% em março, próximo ao nível pré-pandêmico de 3,5%.

Neste contexto, as empresas enfrentam escassez de mão de obra e pedidos de demissão massivos de empregados que buscam melhores oportunidades.

Os patrões devem aumentar os salários para atrair candidatos e também manter seus funcionários, fatores que contribuem para agravar a inflação.

Dt/tu/gk/mr/yow/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos