Fed faz ouro fechar no maior nível em mais de 1 semana

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em alta nesta quarta-feira, no maior nível em mais de uma semana, após o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados unidos) anunciar um novo programa de compra de bônus. Investidores e analistas acreditam que a ação pode impulsionar a inflação.

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para fevereiro, ganhou US$ 8,30 (0,48%) e terminou a US$ 1.717,90 a onça-troy, maior valor de fechamento desde o último dia 3. O metal atingiu US$ 1.725,00 com o anúncio do Fed, mas a cotação cedeu com a realização de lucros pelos investidores.

O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) anunciou que vai "inicialmente" comprar US$ 45 bilhões em treasuries de longo prazo por mês. O mais recente estímulo do banco vai substituir o programa conhecido como Operação Twist, em que o Fed comprava bônus de longo prazo no valor de US$ 45 bilhões a cada mês e vendia cerca da mesma quantidade de treasuries de curto prazo. O novo programa de compra de bônus vai ampliar o tamanho do portfólio de ativos do banco central, que atingiu US$ 2,861 trilhões na semana passada.

Além disso, o Fed mudou sua estratégia de comunicação ao especificar os níveis de desemprego e inflação que poderão motivá-lo a começar a elevação da taxa de juros, que atualmente é zero.

Ao comprar treasuries sob o novo programa, o banco central vai aumentar as reservas do sistema bancário - efetivamente emitindo mais dinheiro. Críticos dos programas do Fed se preocupam com a possibilidade de geração de inflação, apesar de as autoridades

do banco afirmarem que têm ferramentas para gerir as reservas e prevenir o aumento de preços quando a economia começar a melhorar.

O anúncio impulsionou os preços do ouro, que é considerado ativo seguro contra a inflação porque tende a manter seu valor melhor do que outros ativos em períodos de aceleração de preços.

Participantes do mercado acreditam que a reação positiva do ouro foi provocada pela cautela de alguns investidores, que esperavam a entrevista à imprensa do presidente do Fed, Ben Bernanke, enquanto outros evitaram negociar com a aproximação do fim do ano.

"Os investidores estão chegando ao fim do ano sem saber o que vem pela frente", disse o analista da RJO Futures Bob Haberkorn. As informações são da Dow Jones.

Carregando...