Mercado fechará em 50 mins
  • BOVESPA

    122.105,37
    +1.756,57 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.252,52
    +360,24 (+0,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,09
    -0,27 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.836,80
    +6,90 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    35.746,32
    -312,57 (-0,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    695,26
    -39,89 (-5,43%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.720,65
    -15,06 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.862,77
    +288,91 (+1,01%)
     
  • NIKKEI

    28.242,21
    -276,97 (-0,97%)
     
  • NASDAQ

    12.814,00
    +11,75 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3545
    -0,0381 (-0,60%)
     

Fed estende empréstimos às PMEs por alguns dias

·1 minuto de leitura
Esse programa já foi ampliado em três ocasiões desde que o banco central americano o lançou no verão boreal para reativar a economia

O Federal Reserve (Fed, banco central americano), anunciou nesta terça-feira (29) que, devido ao alto número de solicitações, irá prolongar por alguns dias o acesso aos empréstimos para as PMEs (Pequenas e Médias Empresas) no marco de seu apoio à economia diante da pandemia de covid-19.

"Com a finalidade de dar mais tempo para tratar e financiar os empréstimos solicitados através do portal 'Main Street' (...), o Federal Reserve prolongou nesta terça-feira a data de expiração das facilidades do programa de empréstimos até 8 de janeiro de 2021", informou a instituição em um comunicado.

Esse programa já foi ampliado em três ocasiões desde que o banco central americano o lançou no verão boreal para reativar a economia. O Fed reduziu a quantidade mínima de dinheiro que pode ser emprestada às PMEs e associações.

Mas em novembro, o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, pediu ao Fed que encerrasse o programa no final de 2020, por considerar que se tratava de uma "ferramenta de emergência".

"Quando a emergência passar, encerraremos. A emergência médica não acabou (...), mas as condições financeiras são boas", afirmou Mnuchin, gerando críticas do banco central e um aumento das empresas candidatas aos empréstimos.

Em um comunicado incomum, o Fed indicou que preferia "que o conjunto das medidas de emergência aplicadas durante a pandemia de coronavírus continuasse desempenhando seu papel importante de apoio" à economia americana.

O Tesouro aceitou este prologamento de alguns dias.

vmt/jul/esp/gma/mps/aa/mvv