Mercado abrirá em 36 mins
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,40
    +0,91 (+1,29%)
     
  • OURO

    1.772,20
    -6,00 (-0,34%)
     
  • BTC-USD

    42.052,44
    -1.304,01 (-3,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.045,24
    -18,60 (-1,75%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.067,65
    +86,67 (+1,24%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.071,00
    +47,00 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1664
    -0,0127 (-0,21%)
     

FDA rejeita uso de ivermectina contra COVID-19: "Você não é um cavalo"

·2 minuto de leitura

A ivermectina gerou uma verdadeira divisão de opiniões desde o início da pandemia, mesmo com as agências de saúde alertando para a ineficácia (e os riscos) de seu uso. E no último sábado (21), a agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, FDA, fez um alerta sobre o medicamento.

"Você não é um cavalo. Você não é uma vaca. Sério, pessoal. Parem com isso", anunciou a FDA em seu perfil do Twitter, ao divulgar um comunicado em que apresenta as razões para não aderir ao uso de ivermectina para tratar ou prevenir a COVID-19.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Os comprimidos de ivermectina são aprovados pela FDA para tratar pessoas com doenças causadas por vermes. Além disso, algumas formas tópicas de ivermectina são aprovadas para tratar parasitas externos, como piolhos, e doenças da pele, como rosácea. Só que algumas formas de ivermectina são usadas em animais para prevenir dirofilariose e certos parasitas internos e externos, e a agência ressalta a importância de observar que esses produtos são diferentes daqueles para pessoas e seguros quando usados ​​conforme prescrito apenas para animais.

"A FDA não aprovou a ivermectina para uso no tratamento ou prevenção de COVID-19 em humanos. Os comprimidos de ivermectina são aprovados em doses muito específicas para alguns vermes parasitas, e existem formulações tópicas (na pele) para piolhos e doenças da pele como a rosácea. A ivermectina não é um antiviral (um medicamento para o tratamento de vírus)", alerta a agência em seu comunicado.

A agência de saúde ainda diz que tomar grandes doses desse medicamento é perigoso e pode causar sérios danos, e que se uma pessoa tiver uma receita de ivermectina para uso aprovado pela FDA, deve obter de uma fonte legítima e tomar exatamente como prescrito. "Nunca use medicamentos destinados a animais em você. As preparações de ivermectina para animais são muito diferentes das aprovadas para humanos", aponta, uma vez que as pessoas estavam recorrendo até mesmo ao medicamento destinado a uso veterinário para se automedicarem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos