Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.602,43
    -249,74 (-0,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

FBI identifica assassino de policial do Pentágono

·1 minuto de leitura
Policiais se concentram na entrada do Pentágono após o ataque

O FBI identificou nesta quarta-feira o homem que matou um policial do Pentágono em um ataque com faca, sem explicar o motivo da violência.

De acordo com a polícia federal dos Estados Unidos, Austin William Lanz, 27, desceu de um ônibus na manhã de ontem e "imediatamente, sem provocação" esfaqueou o oficial da Força de Proteção do Pentágono George Gonzalez a poucos metros de uma das entradas do quartel-general do Exército.

"Seguiu-se uma luta, durante a qual o indivíduo feriu letalmente o policial Gonzalez e depois se matou com a arma de serviço do policial", relatou o FBI. Outros agentes intervieram e Austin Lanz, natural do estado da Geórgia, morreu no local, acrescentou a polícia federal, sem informar se os outros policiais usaram suas armas. Testemunhas relataram vários tiros.

Gonzalez foi levado para o hospital, mas não sobreviveu. Uma testemunha também foi hospitalizada, com ferimentos leves.

A polícia não mencionou os possíveis motivos do ataque. Austin Lanz possuía antecedentes criminais, segundo a imprensa local. Havia, entre outras coisas, atacado um policial, feito ameaças terroristas e cometido um roubo. De acordo com o jornal local "Atlanta Journal-Constitution", estava em liberdade provisória e um juiz ordenou uma avaliação do seu estado mental e seus vícios.

O secretário de Defesa, Lloyd Austin, que não estava no prédio no momento do incidente, ordenou que a bandeira fosse hasteada a meio pau em homenagem ao policial assassinado.

pmh/bfm/sl/rle/dl/fm/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos