Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,47
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.764,20
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    61.988,19
    +532,47 (+0,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,53
    -21,11 (-1,45%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -7,75 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3916
    +0,0001 (+0,00%)
     

Fazer uma MBA inteira pelo celular é estranho? Uma startup quer mostrar que dá

·6 minuto de leitura

Estudar pelo smartphone não é exatamente uma novidade. Aliás, longe disso. Segundo dados da 3ª edição do Painel TIC Covid-19 do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), o celular passou a ser o meio mais usado por alunos no Brasil. Segundo o levantamento, entre os estudantes, 37% deles afirmaram usar esse tipo de dispositivo para acompanhar as aulas e realizar atividades. O notebook ficou em segundo lugar nesta categoria, com 29%, seguido pelos desktops, com 11%.

E se usar um dispositivo móvel para os estudos se tornou uma prática comum, principalmente depois da pandemia de Covid-19, o que vem chamando a atenção agora são os tipos de cursos que podem ser acompanhados pelo celular. Se antes o uso era restrito a cursos mais básicos, como línguas, por exemplo, com a pandemia, seu uso evoluiu para os ensinos fundamental, médio e superior. E agora, já é possível até mesmo fazer MBAs pelo smartphone. Pelo menos esse é o plano da Qualifica Cursos, plataforma online que pertence a mLearn, uma edtech focada em aprendizagem móvel.

A startup fez uma parceria com a Faculdade Arnaldo — grupo educacional sediado em Belo Horizonte — e lançou o MBA em Liderança para o Futuro que, segundo a edtech, o primeiro MBA totalmente online do Brasil — e reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

E em uma entrevista para o Canaltech, Rômulo Abdalla, CEO da mLearn, explica como funciona o curso, seu método de aprendizado, quanto custa, como é formada a sua grade curricular, entre outros temas.

Rômulo Abdalla, CEO da mLearn (Foto: Divulgação)
Rômulo Abdalla, CEO da mLearn (Foto: Divulgação)

Confira abaixo como foi o papo:


Canaltech - Como funciona o acesso do aluno a esse MBA?

Rômulo Abdalla: O MBA "Liderança para o Futuro" da Faculdade Arnaldo, está disponível para acesso no aplicativo Qualifica Cursos, e os conteúdos podem ser acessados via computador, tablet ou celular, de maneira bem fácil e simples.

O aluno poderá fazer download do aplicativo Qualifica Cursos no Google Play Store (Android) e na App Store (Apple). E no computador, o aluno poderá acessar a versão web do aplicativo:

CT - O smartphone precisa ter alguma configuração mínima para que o aluno assista às aulas com algum conforto?

R.A.: O aplicativo está disponível apenas para usuários e usuárias que possuem dispositivos móveis compatíveis com Android 5.1 ou superior e iOS 11.0 ou superior.

CT - Como funciona a interação entre alunos e professores a partir do celular durante as aulas da MBA?

R.A.: O MBA Liderança Para o Futuro é bastante intuitivo sendo elaborado de modo que os conteúdos funcionem sem a necessidade de ter interferência do tutor. A a plataforma Qualifica foi desenvolvida para oferecer a melhor experiência ao usuário, é muito intuitiva e conduz o aluno durante todo processo de aprendizado.

Ao final do curso, o aluno possui orientação de um dos professores do curso para a elaboração do seu trabalho de conclusão de curso (TCC). Além disso, a equipe de suporte do Qualifica está à disposição para ajudar todos os alunos em caso de dúvidas.


CT - As aulas acontecem ao vivo? Ou elas também são gravadas para que o aluno possa acompanhá-las no momento mais conveniente?

R.A.: O MBA Liderança Para o Futuro possui 23 disciplinas obrigatórias divididas em 5 módulos. Todas as aulas já foram gravadas para permitir que o aluno monte seu próprio cronograma de estudos e tenha a flexibilidade de escolher a ordem em que deseja estudar. A ampla abordagem do curso permitirá ao aluno refletir acerca de diferentes campos do saber e a melhoria das práticas que envolvem a gestão de equipes.

O aprendizado do aluno é realizado através de vários recursos: vídeos, podcasts, links externos, artigos, materiais complementares, etc. Além disso, o Qualifica, em parceria com o corpo docente, faz lives e aulas ao vivo com conteúdos complementares para os alunos do MBA.


CT - A MBA em Liderança para o Futuro é reconhecida pelo MEC? E qual o tempo de duração do curso?

R.A.: Sim, o MBA em Liderança para o Futuro da Faculdade Arnaldo é reconhecido pelo MEC. O MBA possui 23 disciplinas, divididas em 05 módulos e tem a carga horária total de 360 horas.

MBA Liderança para o Futuro: primeiro curso do gênero totalmente online do Brasil, segundo a mLearn (Imagem: divulgação)
MBA Liderança para o Futuro: primeiro curso do gênero totalmente online do Brasil, segundo a mLearn (Imagem: divulgação)


CT - Como funciona o método de "Ensino-aprendizado individualizado"?

R.A.: No MBA em Liderança para o Futuro, não é preciso esperar a formação de turmas, o aluno é livre para montar seu cronograma de estudos. Isto acontece porque trabalhamos no modelo de ensino-aprendizagem, na qual todo o processo é individualizado e exclusivo, portanto, permite que o aluno se matricule em qualquer disciplina a qualquer momento.

Além disso, cada disciplina possui um certificado próprio. Após concluir todas as atividades (videoaulas, leituras, exercícios e prova), nosso sistema disponibilizará o certificado automaticamente para download do certificado da disciplina.

Durante todo o curso, o aluno recebe a assistência da Secretaria Acadêmica que está à disposição para sanar as dúvidas dos alunos. Ao se matricular no MBA, cumprir todo o cronograma de disciplinas proposto para o curso e obter a aprovação do TCC, o aluno recebe o certificado do MBA em Liderança Para o Futuro, reconhecido pelo MEC.

CT - Quanto o Qualifica investiu para desenvolver a plataforma que permita esse MBA?

R.A.: Desde sua fundação, a mLearn, criadora e mantenedora do aplicativo Qualifica Cursos, já investiu mais de R$ 5 milhões na plataforma e em conteúdos para a mesma.


CT - Como funciona o modelo de pagamento para fazer essa MBA? Quanto o aluno gastará pelo curso?

R.A.: O Qualifica possui um método de pagamento flexível, podendo o aluno optar pelo pagamento mensal ou anual. O pagamento pode ser feito via cartão de crédito.

O investimento atual é de R$ 598,80 (Plano Premium Anual) + R$ 400,00 de Taxa de matrícula do TCC.

O valor investido pelo aluno dependerá exclusivamente da sua performance durante a execução do curso. Os estudantes terão um prazo mínimo de seis meses e no máximo até três anos para concluir o curso e apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), a contar da data de matrícula, podendo concluir os módulos na ordem que mais fizer sentido à sua rotina.


CT - A edtech planeja outros MBAs usando essa modalidade mobile? Que outros cursos podem ser ministrados nesse formato sem perda de qualidade?

R.A.: O estudo online já se provou mais do que eficaz. Além de levar o mesmo nível de aprendizado do ensino presencial, permite com que o aluno estude com flexibilidade, tenha acesso a conteúdos de alto nível e apoio da equipe docente.

Qualquer curso pode ser ministrado em formato online e a sua escolha é sempre embasada em pesquisas de mercado, avaliando tendências, as diversas áreas de atuação, gaps e oportunidades no mercado de trabalho. O plano é sim, desenvolver muitos outros MBAs em parceria com instituições de ensino.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos