Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.334,83
    +299,66 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.784,58
    +191,67 (+0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,13
    -0,51 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.724,80
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    49.429,74
    +4.329,50 (+9,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    990,20
    +61,97 (+6,68%)
     
  • S&P500

    3.901,82
    +90,67 (+2,38%)
     
  • DOW JONES

    31.535,51
    +603,14 (+1,95%)
     
  • FTSE

    6.588,53
    +105,10 (+1,62%)
     
  • HANG SENG

    29.452,57
    +472,36 (+1,63%)
     
  • NIKKEI

    29.824,84
    +161,34 (+0,54%)
     
  • NASDAQ

    13.311,75
    +32,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7921
    -0,0035 (-0,05%)
     

Fazendeiros tentam evitar que bezerros morram de frio nos EUA

Michael Hirtzer, Isis Almeida e Kim Chipman
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- No Arkansas, criadores de gado estão protegendo as cabeças de bezerros com meias-calças na tentativa desesperada de aquecer os animais. Em Montana, as orelhas dos bezerros são presas ao pescoço com fita adesiva para evitar que caiam. Em Oklahoma, os animais recém-nascidos chegaram em um pasto congelado e coberto de neve e morreram. Segundo relatos, fazendeiros tentaram colocar os animais mais atingidos no banco da frente de picapes e até mesmo dentro de casa.

Em todas as planícies dos Estados Unidos, o frio sem precedentes da semana passada foi cruel para milhões de residentes. Para a flora e a fauna - assim como para aqueles que ganham a vida no campo - tem sido igualmente desastroso.

“É a sobrevivência do mais apto agora”, disse Tyler Beaver, fundador da corretora Beaf Cattle Co., no Arkansas. “Muito feno tendo que ser colocado diariamente apenas para manter as vacas aquecidas o suficiente para não congelarem até a morte.”

Dezenas de aviários ficaram sem energia. No Mississippi, quatro galpões de frangos de corte foram destruídos devido à queda dos telhados sob o peso da neve e do gelo.

Jake Feddes, em Manhattan, Montana, tem prendido as orelhas dos bezerros ao pescoço.

“As orelhas ficarão congeladas e cairão”, disse Feddes por telefone, acrescentando que os animais podem morrer por hipotermia.

Processadores de carne bovina como Cargill e Tyson Foods foram obrigadas a fechar unidades devido a restrições de energia. Consumidores também esvaziam as prateleiras de supermercados, enquanto há longas filas nos postos de combustíveis.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.