Mercado abrirá em 2 h 25 min
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,64
    +1,15 (+1,63%)
     
  • OURO

    1.776,30
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    42.327,72
    -890,17 (-2,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.054,17
    -9,67 (-0,91%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.070,38
    +89,40 (+1,28%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.083,50
    +59,50 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1801
    +0,0010 (+0,02%)
     

Faz mal usar carregador ou cabo falso no iPhone?

·4 minuto de leitura

A Apple determinou que os iPhones comercializados não acompanharão carregadores, então, é muito comum que brasileiros optem pelo mercado paralelo de acessórios devido ao baixo custo, principalmente se for comparado aos preços anunciados pelos periféricos originais. Mas, afinal, há algum risco ao utilizar um cabo ou carregador falso no iPhone?

Antes de nos aprofundarmos sobre o assunto, a princípio, tenha em mente de que preço é determinante na qualidade do produto. Por isso, é bastante provável que aquele carregador baratinho encontrado facilmente em metrôs, estações de ônibus e outros locais semelhantes não tenham certificação da Apple e falhem em quesitos de segurança.

Sabemos que os nossos problemas cambiais e de importação dificultam adquirir produtos originais. Por isso, o Canaltech preparou este artigo para você entender se, de fato, um carregador falso pode fazer mal ao iPhone; como verificar se um periférico é falso e conhecer quais são os produtos certificados pela Apple.

Usar carregador falso estraga o iPhone?

Em resumo: sim, utilizar um acessório de energia não certificado representa risco enorme ao aparelho e ao usuário. Esses produtos podem comprometer a saúda da bateria, estragar componentes internos do aparelho e, ainda, causar danos elétricos e explosões.

Além disso, existem relatos de que um periférico falso pode queimar o chip U2, presente na placa lógica do iPhone, que controla a entrada de energia e dados do smartphone. Assim, você pode ter dificuldade para carregá-lo mesmo com um acessório original e não conseguir conectar com o iTunes ou pelo Finder do Mac corretamente.

Os cabos certificados pela Apple também apresentam um chip de segurança chamado E75, que filtra a voltagem que transita do carregador e valida a carga para o iPhone. O aviso de "acessório não suportado" é, justamente, a falta de validação do chip para o smartphone.

Periféricos certificados possuem tecnologia de controle de corrente para evitar danos ao aparelho e à saúde do usuário - Divulgação/Apple
Periféricos certificados possuem tecnologia de controle de corrente para evitar danos ao aparelho e à saúde do usuário - Divulgação/Apple

Todos esses recursos de segurança garantem que o iPhone possa ser utilizado normalmente enquanto carrega e que, quando atingir 100% de carga, o fluxo de energia seja interrompido — gerenciado pelo carregamento otimizado do iOS.

Porém, acessórios de energia falsos não continuam enviando energia intensa para o dispositivo, podendo gerar sérios danos à sua saúde. Fique atento aos sinais de que o carregador está esquentando demasiadamente ou não está se comportando como deveria, eles indicam a provável não certificação do produto.

Como descobrir se o carregador do iPhone é falso?

Um carregador falso pode ser visualmente semelhante ao original, embora seu desempenho deixe a desejar. Os carregadores clandestinos, como vimos, não possuem tecnologias de segurança adequados ao consumidor e sequer funcionam corretamente.

Os periféricos falsos para iPhone geralmente apresentam problemas como:

  • Ao colocar para carregar, a bateria cai de porcentagem.

  • A bateria não chega ao máximo de carregamento.

  • O iPhone esquenta mais que o normal.

  • O iPhone exibe mensagem de acessório não compatível.

Se você notou algum desses comportamentos no seu carregador, você deve trocá-lo urgentemente. É importante ressaltar ser um mito crer que apenas produtos com a marca Apple são confiáveis. Há empresas no mercado que produzem cabos e carregadores com certificado da empresa da maçã, mais baratos e com a mesma qualidade do acessório original.

Como saber se o carregador da Apple é original?

Comprar produtos originais pode pesar bastante no bolso do consumidor, um dos motivos pelos quais as pessoas mais recorrem às alternativas paralelas. Nesse caso, o ideal sempre é optar por acessórios certificados pela Apple.

O licenciamento de hardware é um programa da Apple lançado em 2005 que autoriza outras empresas a produzirem produtos semelhantes aos originais, com mesma tecnologia e qualidade.

O selo MFi (Made for iPhone, iPod and iPad) é o que representa um acessório certificado pela Apple. Ele pode ser encontrado facilmente nas embalagens dos acessórios dessa forma:

Divulgação/Apple
Divulgação/Apple

Outros acessórios ainda podem carregar a versão mais antiga do selo:

Divulgação/Apple
Divulgação/Apple

Recomendamos que você sempre opte por um cabo ou carregador vendido pela Apple e por empresas com certificação MFi. Isso fica bastante claro nas informações de segurança do iPhone:

Você também pode carregar o iPhone com cabos e adaptadores de alimentação “Made for iPhone” ou de terceiros, compatíveis com USB 2.0 ou posteriores, que estejam em conformidade com as normas aplicáveis do país e os padrões de segurança internacionais e regionais. Outros adaptadores podem não atender aos padrões de segurança aplicáveis, e carregar o iPhone com eles pode causar ferimentos ou risco de morte.

Esteja atento às normas de segurança de uso do seu aparelho Apple para garantir bom uso e proteção do seu investimento e da sua saúde.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos