Mercado abrirá em 2 h 40 min
  • BOVESPA

    107.937,11
    -1.004,57 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,55
    +0,24 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.837,30
    -4,40 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    36.222,76
    +1.373,93 (+3,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    823,57
    +12,96 (+1,60%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.321,18
    +24,03 (+0,33%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.233,00
    -268,00 (-1,85%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2156
    -0,0131 (-0,21%)
     

Favorito à Bola de Ouro, Messi pode igualar Pelé como atleta mais vezes eleito melhor do mundo

·4 min de leitura

A revista "France Football" revelará, nesta segunda-feira, quem será o vencedor do tradicional prêmio Bola de Ouro e, consequentemente, eleito o melhor jogador do mundo na temporada 2020/2021, em cerimônia no Théâtre du Chatelet, em Paris, às 16h30 (de Brasília), com transmissão da ESPN Brasil. Apesar de astros como Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, e Jorginho, do Chelsea, serem fortes postulantes à vitória, os olhares estão voltados para Lionel Messi, que pode atingir uma marca histórica se vencer.

Atualmente no Paris Saint-Germain, Messi pode igualar Pelé no número de Bolas de Ouro conquistadas. Como não houve premiação no ano passado devido à pandemia de Covid-19, ele foi o último vencedor, quando ainda jogava pelo Barcelona, e é o segundo maior ganhador — seis vezes: 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019. Pelé, com sete, é o líder que está sendo caçado pelo argentino.

Cabe a explicação. A Bola de Ouro foi criada pela France Football em 1956, mas Pelé nunca pôde concorrer ao prêmio porque uma das regras era de eleger um vencedor apenas entre os europeus que atuavam na Europa — essa regra seguiu até 1995, quando a revista passou a permitir que qualquer atleta no futebol europeu, independentemente da nacionalidade, também pudesse disputar o prêmio. E só em 2007 foi aberto para qualquer parte do mundo.

Mas em 2014, como forma de corrigir erros do passado, a "France Football" decidiu revisar toda a lista de vencedores da Bola de Ouro usando as regras atuais. Assim, Pelé pulou de nenhuma vitória para a conquista da premiação em sete oportunidades — 1958, 1959, 1960, 1961, 1963, 1965 e 1970.

— Eu prometi à minha família que não choraria, mas sou emotivo. Queria agradecer a Deus por ter me dado saúde para jogar por tantos anos. Eu não jogava sozinho, tudo que eu ganhei foi com meus amigos, as pessoas se lembram dos jogadores, mas não podemos esquecer as pessoas que preparam as chuteiras, fisioterapeutas, massagistas. Quero compartilhar com eles este troféu — disse Pelé, em 2014, após receber a premiação.

O Rei não foi o único beneficiado com a revisão. Garrincha ganhou o prêmio de melhor do mundo em 1962, ano em que conquistou a Copa do Mundo com o Brasil. Outro brasileiro condecorado foi Romário, em 1994, após também ter vencido o Mundial. Foram premiados também os argentinos Mario Kempes, em 1978, e Maradona, por 1986 e 1990.

Lewandowski e vazamentos

A edição de 2021 tem sido marcada pelos constantes vazamentos. Em duas listas vazadas, o nome de Lionel Messi aparece na primeira colocação, dando a sétima Bola de Ouro para o argentino. Em outra lista, no vazamento que mais "bombou" nas redes sociais, Robert Lewandowski aparece como vencedor.

A coincidência é que o argentino e o polonês figuram ou na primeira ou na segunda colocação, enquanto Karim Benzema aparece em terceiro em duas listas e Jorginho fecha o pódio em outra delas.

Como se não bastasse os vazamentos nas redes sociais, um site de Portugal "cravou" o vencedor da Bola de Ouro deste ano. Segundo o "RTP Desporto", a vitória de Lionel Messi é iminente e o camisa 30 do PSG já chegou até a conceder a entrevista de campeão.

Diretor da revista France Football, responsável pela premiação, Pascal Ferré desmentiu todos os vazamentos na época em que as listas vieram à tona no mês de outubro. “É uma grande mentira. Como a que temos visto há 10 dias. Um grande blefe”, ressaltou.

Confira a lista de candidatos:

Bola de Ouro de 2021 (masculino)

Riyad Mahrez (Manchester City)

N'Golo Kanté (Chelsea)

Erling Haaland (Borussia Dortmund)

Leonardo Bonucci (Juventus )

Mason Mount (Chelsea)

Harry Kane (Tottenham)

Gianluigi Donnarumma (Milan, PSG)

Karim Benzema (Real Madrid)

Raheem Sterling (Manchester City)

Nicolò Barella (Inter)

Lionel Messi (Barcelona, PSG)

Bruno Fernandes (Manchester United)

Pedri (Barcelona)

Luka Modric (Real Madrid)

Giorgio Chiellini (Juventus)

Kevin De Bruyne (Manchester City)

Neymar (PSG)

Ruben Dias (Manchester City)

Lautaro Martínez (Inter)

Simon Kjaer (AC Milan)

Robert Lewandowski (Bayern de Munique)

Jorginho (Chelsea)

Mohamed Salah (Liverpool)

Cesar Azpilicueta (Chelsea)

Romelu Lukaku (Inter, Chelsea)

Cristiano Ronaldo (Juventus, Manchester United)

Gerard Moreno (Villarreal)

Phil Foden (Manchester City)

Kylian Mbappé (PSG)

Luis Suárez (Atlético de Madrid)

Bola de Ouro de 2021 (feminino)

Stina Blackstenius (Häcken)

Kadidiatou Diani (PSG)

Christiane Endler (PSG, Lyon)

Magdalena Eriksson (Chelsea)

Jessie Fleming (Chelsea)

Pernille Harder (Chelsea)

Jennifer Hermoso (Barcelona)

Marie-Antoinette Katoto (PSG)

Sam Kerr (Chelsea)

Fran Kirby (Chelsea)

Ashley Lawrence (PSG)

Lieke Martens (Barcelona)

Samantha Mewis (Manchester City, North Carolina Courage)

Vivianne Miedema (Arsenal)

Sandra Paños (Barcelona)

Irene Paredes (PSG, Barcelona)

Alexia Putellas (Barcelona)

Wendie Renard (Lyon)

Christine Sinclair (Portland Thorns)

Ellen White (Manchester City)

Troféu Yashin de 2021

Gianluigi Donnarumma (AC Milan / Paris Saint-Germain)

Ederson (Manchester City)

Kasper Schmeichel (Leicester City)

Édouard Mendy (Chelsea)

Thibaut Courtois (Real Madrid)

Keylor Navas (PSG)

Emiliano Martínez (Aston Villa)

Manuel Neuer (Bayern de Munique)

Jan Oblak (Atlético de Madrid)

Samir Handanovic (Inter)

Troféu Kopa de 2021 (melhor sub-21)

Mason Greenwood (Manchester United)

Bukayo Saka (Arsenal)

Pedri (Barcelona)

Jeremy Doku (Rennes)

Ryan Gravenberch (Ajax)

Florian Wirtz (Bayer Leverkusen)

Jude Bellingham (Borussia Dortmund)

Giovanni Reyna (Borussia Dortmund)

Nuno Mendes (Paris Saint-Germain)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos