Mercado fechará em 6 h 37 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,96
    -0,35 (-0,66%)
     
  • OURO

    1.870,50
    +4,00 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    31.794,94
    -1.707,16 (-5,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    630,46
    -70,15 (-10,01%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.749,89
    +9,50 (+0,14%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,71 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.353,00
    +58,75 (+0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3707
    -0,0373 (-0,58%)
     

Famosa nas ruas do Rio, 'Xuxa do Sinal' corre o risco de ser despejada e amigos criam vaquinha virtual

·1 minuto de leitura

Desde que começou a pandemia, as ruas do Rio ficaram sem a alegria de Xoxa Menegay. O artista Ivy Lima, de 31 anos, também conhecido como 'Xuxa do Sinal', ganhava a vida, sempre de botas e chuquinhas, dançando e cantando os sucessos da apresentadora. Antes do isolamento, ele marcava presença numa calçada da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, no bairro mais famoso da cidade. Sem poder trabalhar, ele passa por necessidades.

O aluguel da casa onde mora na Gardênia Azul, em Jacarepaguá, na Zona Oeste, está atrasado há cinco meses, e a cover da Rainha dos Baixinhos, talvez a mais conhecida delas, corre o risco de ser despejada. Amigos acabaram criando uma vaquinha virtual para ajudá-lo neste momento. Da meta inicial de R$ 3.750, um pouco mais de mil reais foram arrecadados em três dias.

Nos últimos meses, Ivy tem se sustentado com o seu talento de artesão. Ele faz miniaturas de bichinhos em feltro sob encomenda. "O dinheiro que ganho com artesanato dá para comer, mas não consigo pagar as contas e o aluguel. Há 15 anos, sobrevivo com o que ganhava nas ruas com minhas apresentações", diz o artista, que começou a vida como palhaço, animando festas infantis, e ficou conhecido como "Xuxa do Sinal" ao se apresentar nos cruzamentos da Barra.