Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.134,46
    +6.097,67 (+5,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.429,75
    +802,95 (+1,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,34
    +3,85 (+4,84%)
     
  • OURO

    1.708,60
    +36,60 (+2,19%)
     
  • BTC-USD

    19.560,34
    +342,51 (+1,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,05
    +8,70 (+2,00%)
     
  • S&P500

    3.678,43
    +92,81 (+2,59%)
     
  • DOW JONES

    29.490,89
    +765,38 (+2,66%)
     
  • FTSE

    6.908,76
    +14,95 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.215,79
    +278,58 (+1,07%)
     
  • NASDAQ

    11.308,75
    +273,25 (+2,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0746
    -0,2333 (-4,40%)
     

Family office de dono da Zara embarca em onda de investimentos

(Bloomberg) -- A empresa de investimentos pessoais do fundador da Zara, Amancio Ortega, busca diversificar uma das maiores fortunas do mundo, longe de ternos de linho, bolsas decoradas com pérolas e sandálias de penas.

Movida com os lucros do império de moda, a Pontegadea, family office do bilionário, entrou em uma onda de investimentos que não dá sinais de declínio. Em 12 meses, acumulou participações em projetos de energia no valor de mais de US$ 1 bilhão e gastou quase US$ 2 bilhões em imóveis globalmente.

A Pontegadea, que administra os dividendos que Ortega recebe da varejista que fundou há quase seis décadas, tem aumentado os investimentos fora do setor que o transformou na pessoa mais rica da Espanha. Como as ações da controladora da Zara, a Inditex, perderam quase 30% de valor nos últimos cinco anos, o family office ajudou o executivo a acumular o maior portfólio imobiliário entre os super-ricos da Europa e a fazer grandes apostas em outras áreas - tudo sem vender ações.

“Cientes estão cada vez mais atentos à necessidade de não colocar todos os ovos na mesma cesta”, disse Piers Master, sócio em Londres no escritório de advocacia Charles Russell Speechlys, com foco em indivíduos de alta renda. “O mundo pós-pandemia fez as pessoas pensarem muito sobre o que é seguro, e a conclusão para muitas delas é que há segurança na diversificação.”

Pontegadea, com sede na cidade de Arteixo, no noroeste da Espanha, tem investido com frequência em prédios de escritórios e varejo nas principais cidades para obter renda estável, ganhando como inquilinos gigantes como a Amazon.com, em Seattle. Alguns dos acordos de destaque no mercado imobiliário incluem o histórico Haughwout Building, em Manhattan, uma das torres de escritórios mais altas de Miami e um arranha-céu de 22 andares em Seul.

Mas essa estratégia fracassou durante a crise do coronavírus, e o family office tem investido cada vez mais em energia desde que adquiriu uma participação na operadora de transporte de gás espanhola Enagás, em 2019. No mês passado, investiu um valor não revelado na unidade de energia renovável da empresa e comprou uma fatia em uma usina solar da Repsol por cerca de 27 milhões de euros (US$ 27,7 milhões).

Um representante da Pontegadea não comentou.

Ortega, de 86 anos, fundou a empresa que se transformou na Inditex em 1963. Filho de um ferroviário, o bilionário nunca teve escritório próprio enquanto trabalhava na varejista, preferindo estar ao lado dos funcionários na principal área de design. Ortega deixou o cargo de presidente do conselho da Inditex em 2011 e foi substituído pelo executivo veterano Pablo Isla. A única filha de Ortega do segundo casamento, Marta Ortega, de 38 anos, assumiu em abril.

Filha do primeiro casamento de Ortega, Sandra, 54, controla as ações que a falecida mãe detinha na Inditex. Ela não trabalha no negócio e diversificou sua própria fortuna com imóveis, produtos farmacêuticos e hospitalidade. Com patrimônio líquido de US$ 6,6 bilhões, é a mulher mais rica da Espanha, de acordo com o Índice de Bilionários da Bloomberg.

Ainda assim, a maior parte do patrimônio de US$ 53,8 bilhões de Ortega é decorrente de sua participação majoritária de cerca de US$ 48 bilhões na Inditex, de acordo com o índice da Bloomberg com as 500 pessoas mais ricas do mundo. Os ADRs da empresa negociados em Nova York acumulam baixa de 19% este ano.

Embora a desvalorização do preço das ações tenha enxugado quase US$ 14 bilhões da fortuna de Ortega, ele ainda tem mais do que o suficiente para a Pontegadea continuar sua onda de gastos globais.

“O que alguém com US$ 50 bilhões pode fazer é muito diferente de alguém com US$ 50 milhões”, disse Master. “Pode assumir riscos maiores.”

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.