Mercado fechará em 1 h 54 min
  • BOVESPA

    113.256,81
    -807,55 (-0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.263,99
    -200,28 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,92
    +0,62 (+0,85%)
     
  • OURO

    1.750,10
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    42.116,62
    -2.683,44 (-5,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.047,02
    -56,04 (-5,08%)
     
  • S&P500

    4.448,65
    -0,33 (-0,01%)
     
  • DOW JONES

    34.755,70
    -9,12 (-0,03%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.268,50
    -35,00 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2639
    +0,0389 (+0,62%)
     

Família não consegue acessar carteira de criptomoeda com R$ 35 milhões e pede ajuda

·3 minuto de leitura
Art e Yuki Williams Family Imagem: 7News
Art e Yuki Williams Family Imagem: 7News

Uma família abriu uma campanha no Kickstarter pedindo ajuda para recuperar uma fortuna em Ethereum que eles não receberam da Fundação Ethereum após uma ICO há 7 anos. De acordo com a organizadora da campanha, Yukiko Williams, a família comprou 3 mil Ethers em 2014, mas suas moedas nunca foram entregues.

Williams afirmou que a Ethereum Foundation enviou um arquivo JSON para a família após a compra da moeda digital, mas eles acabaram enfrentando problemas técnicos com o arquivo, que não se comportou como deveria.

“Enquanto o endereço da carteira possui os caracteres da carteira criptografada criados corretamente, o mais importante arquivo JSON não funcionou como deveria.”

Eles afirmam que uma senha foi criada, mas o arquivo JSON muito importante, que atua como uma chave privada para abrir uma carteira criptografada, nunca foi completamente baixado online.

“As instruções eram para deixar o computador ligado por uma hora e meia e conforme a barra de progressão mostrasse preenchendo o arquivo JSON apareceria. Infelizmente para nós, ele não apareceu”, diz Art Williams à ABC.

Com isso, eles não conseguem acessar os 3 mil Ethers que compraram ainda em 2014, já que o arquivo não está funcionando como deveria.

Existe um backup dessa carteira, mas o problema é que a Ethereum Foundation não enviou o arquivo como deveria, e até hoje se recusa a entregar.

“Enquanto nós tentamos tudo o possível para ter acesso a nossa carteira, A Ethereum Foundation, por outro lado, nos garantiu que eles possuem um arquivo de backup que eles nos enviaram por e-mail. Infelizmente, eles não cumpriram o combinado, já que o e-mail nunca foi enviado.”

Processo

A família entrou em contato com a Fundação e comprovou a compra das moedas. Quando a Fundação não entregou um arquivo Json de backup, ela contratou um escritório de advocacia para tentar resolver o caso.

Desde as primeiras tentativas frustradas e os problemas em ter acesso à carteira, a família de Williams começou uma briga para tentar recuperar o dinheiro que lhes pertencem.

De acordo com o relato no GoFundMe o problema ficou mais grave após o fim da venda privada e o projeto ter se tornado um grande sucesso, ficando ainda mais difícil de se comunicar com a Ethereum Foundation.

“Depois de um ano de vendas privadas, o Ethereum foi lançado. Isso tornou ainda mais difícil entrar em contato com eles com o projeto se tornado bem sucedido e atraindo milhões de entusiastas do criptomercado.”

Agora a família está precisando de ajuda para lidar com as ações jurídicas para conseguir recuperar o backup da carteira.

Após sete anos sem conseguir recuperar o arquivo, Williams disse que a família vai começar um processo através da Câmara Internacional de Comércio (ICC). Com isso, eles estão usando o GuFundMe para levantar US$ 250 mil para a batalha judicial que virá pela frente.

Com certeza vale a pena a briga, mesmo que cara, por recuperar essa carteira, atualmente, esses 3 mil ethers estão avaliados em cerca de US$ 6,9 milhões, ou cerca de R$ 35 milhões de reais.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos