Mercado fechará em 2 h 6 min
  • BOVESPA

    111.751,86
    +2.033,92 (+1,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.612,97
    +152,42 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    92,19
    -2,15 (-2,28%)
     
  • OURO

    1.815,40
    +8,20 (+0,45%)
     
  • BTC-USD

    24.019,78
    -321,08 (-1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    570,75
    -0,54 (-0,09%)
     
  • S&P500

    4.257,06
    +49,79 (+1,18%)
     
  • DOW JONES

    33.639,84
    +303,17 (+0,91%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.501,25
    +190,00 (+1,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2091
    -0,1146 (-2,15%)
     

Família é presa no RS por aplicar “golpe dos nudes”

Uma família foi presa na cidade de Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre (RS), acusada de aplicar o chamado “golpe dos nudes” em dezenas de pessoas do estado e também de fora dele. A mãe, uma mulher de 52 anos, e a filha, de 19 anos de idade, receberam mandados de prisão temporária nesta terça (12), enquanto o pai, de 43 anos, já havia sido encarcerado antes.

Todos são moradores da cidade de Nova Prata, na Serra Gaúcha, a 150 km da capital. De acordo com a Polícia Civil, as autoridades chegaram à família depois de receberem denúncias de vítimas do golpe, por meio do qual a jovem teria movimentado mais de R$ 600 mil em contas bancárias próprias apenas nos últimos dois meses.

A base do “golpe dos nudes” é a extorsão. A quadrilha escolhia vítimas casadas, com filhos e boa situação financeira, realizando contatos por mensagem e estabelecendo uma conversa que resulta no envio de fotos sensuais. Dias depois, o contato é acionado por alguém afirmando ser o pai da retratada, que seria menor de idade e ameaçando denunciar o caso para a polícia caso uma quantia em dinheiro não seja enviada.

Em alguns casos, o golpista também pode se passar pelas próprias autoridades como forma de ampliar a pressão sobre a vítima. Segundo a delegada Luciane Bertoletti, da cidade de Esteio, a fraude tem se tornado comum e, também, se provado lucrativa, com os atingidos chegando a partir de R$ 5 mil a R$ 10 mil para não serem expostos, correndo o risco de perderem suas famílias, trabalhos e reputação.

O pai da garota que está no centro do esquema já estava preso, justamente, sob suspeita de participar em crimes desse tipo, com diversos inquéritos e vítimas até mesmo no estado de São Paulo. De acordo com a polícia, ele teria movimentado milhões de reais por conta do “golpe dos nudes”, inclusive, durante o período em que passou encarcerado.

De acordo com as autoridades gaúchas, seriam pelo menos 30 vítimas apenas deste esquema, de acordo com os valores movimentados pela quadrilha, com boa parte dos crimes não sendo denunciados pelos atingidos. A família deve responder por crimes como extorsão e associação criminosa, com uma pena máxima combinada que pode chegar a até 13 anos de reclusão.

Como evitar o golpe dos nudes?

A prática de extorsão se tornou comum no Brasil desde meados de 2020, com direito a alertas por autoridades policiais brasileiras, principalmente, pelo fato de a própria polícia, muitas vezes, ser usada como artimanha pelos criminosos. O meio de contato sempre é o WhatsApp, em que imagens de outras pessoas são usadas pelos criminosos como forma de atrair a atenção das vítimas, normalmente, do gênero masculino.

As autoridades recomendam cuidado no contato com desconhecidos por meio de mensageiros instantâneos, principalmente com conversas mais picantes ou com segundas intenções. O alerta pede cuidado na troca de fotos íntimas e atenção para links e outros arquivos enviados por estes meios, já que eles também podem esconder vírus ou esconder atividades maliciosas.

Em caso de extorsão ou ameaça, o ideal é procurar a delegacia de polícia para registro de boletim de ocorrência sobre o crime. Pagamentos não devem ser realizados aos golpistas, bem como encontros ou demais negociações desse tipo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos