Mercado abrirá em 7 h 43 min
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,28
    -0,46 (-0,58%)
     
  • OURO

    1.644,10
    -11,50 (-0,69%)
     
  • BTC-USD

    18.789,12
    -235,43 (-1,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    431,00
    -13,54 (-3,05%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,29 (-1,62%)
     
  • FTSE

    7.018,60
    -140,92 (-1,97%)
     
  • HANG SENG

    17.913,80
    -19,47 (-0,11%)
     
  • NIKKEI

    26.434,67
    -719,16 (-2,65%)
     
  • NASDAQ

    11.296,25
    -80,50 (-0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0819
    -0,0157 (-0,31%)
     

Falso “magnata dos bitcoins” desaparece com R$ 30 milhões dos investidores

Homem olhando para muitas notas de dinheiro
Homem olhando para muitas notas de dinheiro

Um falso “magnata dos bitcoins” sumiu nos últimos dias, após um possível golpe começar a ser revelado pelos investidores em redes sociais. Entre as vítimas estão familiares do homem que alegava realizar operações de trade em corretoras.

Informações divulgadas pelo Metrópoles indicam que o falso trader convidou várias pessoas com promessas de 3% ao mês.

Ao captar investidores, ele afirmava que a rentabilidade mensal era conseguida com operações na bolsa de valores, com lotes de ações, e com bitcoin, uma moeda digital.

Desde 2021, ele suspendeu os saques de clientes após as promessas e começou assim uma busca por mais informações sobre onde foi parar os recursos.

Falso magnata dos bitcoins some com R$ 30 milhões

Pelo menos 20 investidores perderam dinheiro com o falso trader Thiago da Silva Rocha, acriano que captou recursos com investidores em Brasília (DF).

Informações reveladas pelo Metrópoles indicam que o personagem “Magnata dos Bitcoins” foi criado para convencer os clientes de que ele tinha uma vida de luxo, proporcionada pelos seus altos lucros com negociações envolvendo bitcoin e ações na bolsa.

Era comum ver nas redes sociais do falso magnata ele em festas, comprando produtos caros e fazendo viagens para locais paradisíacos.

Considerado pelas vítimas seduzidas pelas promessas de lucro como “bom de lábia”, o falso magnata dos bitcoins agora sumiu com os R$ 30 milhões que captou com os clientes.

Entre as vítimas estão servidores públicos federais da capital brasileira, assim como do Legislativo e Judiciário, médicos, advogados e empresários, todos convencidos que os lucros fixos tinham garantia.

Família do magnata também foi lesada

Em conversa com a reportagem sobre o caso divulgada nesta quarta-feira (21), uma ex-cunhada de Thiago confessou ter acreditado nas promessas de lucros que ele oferecia.

Assim, casada com o irmão do falso magnata dos bitcoins, a servidora pública federal confiou R$ 440 mil ao agora ex-cunhado, esperando os lucros, que chegaram a cair por alguns meses, mas pararam de cair em 2021.

Para convencer ainda mais seus clientes, o possível estelionatário criou um site falso para uma corretora de criptomoedas chamada “DigStar Exchange”, que supostamente era a forma de rentabilizar o dinheiro das vítimas.

A Polícia Civil do Distrito Federal já recebeu inúmeras denúncias sobre o caso e agora apura a possível criação de mais uma pirâmide financeira com a imagem das criptomoedas na capital brasileira.

Em casos assim, é comum que os estelionatários paguem os antigos clientes com a entrada de novos, mas como o suspeito está foragido dos clientes, eles seguem sem mais informações sobre o caso.

Fonte: Livecoins