Mercado fechará em 3 h 10 min

Fall Guys ultrapassa 1 bilhão de visualizações no YouTube em um mês

Felipe Demartini
·2 minutos de leitura

Que Fall Guys é um fenômeno, isso todo mundo sabe. Mas, agora, o YouTube quantificou exatamente o tamanho desse sucesso, anunciando que, apenas em seu primeiro mês de lançamento, o jogo acumulou mais de 1,3 bilhão de visualizações na plataforma. O total, segundo a empresa, foi obtido em pouco menos de um mês, a partir do lançamento do jogo, em 4 de agosto, até o último dia 31.

De acordo com a plataforma, foram mais de 650 mil vídeos publicados sobre Fall Guys, entre gameplays tradicionais, registros de partidas com bons resultados ou momentos engraçados. O YouTube, entretanto, chamou a atenção também para outros tipos de produção, como os tutoriais para criação de fantasias ou bonecos inspirados nos personagens, os covers da música-tema do título ou as gravações de artistas desenhando os protagonistas do game.

A postagem oficial do tema de Fall Guys, por exemplo, arrebanhou mais de 1,6 milhão de visualizações, uma quantidade equivalente à do clipe de Don’t Cry For Me, sucesso recente do DJ Alok que também foi lançado no início de agosto. Enquanto isso, o total de views em vídeos do título é semelhante aos três maiores sucessos de Anitta (Downtown, Vai Malandra e Bang), que estão disponíveis no YouTube há mais de dois anos.

Hoje, o recorde de maior vídeo de Fall Guys em todo o mundo é de MrBeast Gaming, em um desafio com outros criadores valendo US$ 20 mil pela vitória no jogo que já arrebanhou mais de 15,1 milhões de views na plataforma. No Brasil, o YouTube destacou o “gameplay estressante” feito por BRKsEDU, que acumula mais de 496,1 mil visualizações no momento em que esta reportagem é escrita.

Como dito, os dados se referem apenas ao mês de agosto, com o sucesso de Fall Guys continuando adiante em setembro. Além disso, a expectativa é de diferentes retomadas na popularidade do game quando, por exemplo, a segunda temporada chegar, assim como as muito aguardadas versões para as plataformas onde ele ainda não chegou, como o Xbox One e o Nintendo Switch, além dos celulares.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: