Mercado fechará em 13 mins
  • BOVESPA

    126.407,74
    +1.795,71 (+1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.312,47
    +401,94 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,25
    +0,60 (+0,84%)
     
  • OURO

    1.804,50
    +4,70 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    40.386,90
    +2.308,19 (+6,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    943,49
    +13,56 (+1,46%)
     
  • S&P500

    4.407,10
    +5,64 (+0,13%)
     
  • DOW JONES

    34.979,54
    -78,98 (-0,23%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    15.030,00
    +82,25 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0547
    -0,0537 (-0,88%)
     

Falha de segurança expõe dados do McDonald’s nos EUA, Coreia do Sul e Taiwan

·2 minuto de leitura

Uma das maiores redes de fast food do mundo, o McDonald’s divulgou nesta sexta-feira (11) que criminosos roubaram dados em mercados como os Estados Unidos, Coreia do Sul e Taiwan. Segundo a empresa, as brechas nos sistemas da companhia foram exploradas durante uma semana e resultaram no roubo de informações sobre funcionários, licenciamentos e seus restaurantes.

No entanto, a companhia assegurou que nenhuma informação relacionada aos clientes da rede nos Estados Unidos foi obtida pelos invasores. Em uma mensagem enviada a seus funcionários, a companhia afirmou que os autores do ataque não obtiveram dados considerados sensíveis ou pessoais. No entanto, ela aconselhou a todos para tomarem cuidado com e-mails que podem configurar ataques de phishing.

Imagem: Divulgação/McDonald’s
Imagem: Divulgação/McDonald’s

Já nos mercados da Coreia do Sul e de Taiwan, os criminosos foram capazes de colher endereços de e-mail, endereços de entrega e números de telefone de clientes. Além disso, informações sensíveis de funcionários, incluindo seus nomes e métodos de contato, também foram acessados indevidamente. A corporação informa que somente um número pequeno de pessoas foram afetadas, mas não divulgou informações mais específicas sobre isso.

O McDonald’s afirmou que já entrou em contato com as autoridades responsáveis, que devem entrar em contato com as pessoas que tiverem seus dados expostos. Além disso, a companhia contatou alguns funcionários na África do Sul e na Rússia, que também podem ter sofrido com o acesso não autorizado de seus dados pessoais.

A empresa diz que o ataque não teve qualquer impacto em suas operações, tampouco foi marcado pelo uso de ransomware — softwares maliciosos que bloqueiam acesso a partes importantes de um sistema e pedem um resgate para desbloqueá-los. Em um comunicado, a empresa afirmou que reforçou seus investimentos em segurança em anos recentes e, graças a isso, conseguiu lidar prontamente com a ameaça assim que ela foi detectada.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos