Mercado abrirá em 1 h 57 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,70
    -0,79 (-0,71%)
     
  • OURO

    1.803,30
    -4,90 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    30.111,69
    +224,18 (+0,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    675,10
    -6,00 (-0,88%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.421,77
    +3,62 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.316,50
    -66,25 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2820
    +0,0229 (+0,44%)
     

Facebook volta a apresentar crescimento de usuários em 2022

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Meta divulgou seu primeiro relatório financeiro trimestral de 2022 e o destaque ficou por conta no aumento na quantidade de usuários. Após um 2021 ruim, a empresa parece ter reencontrado o seu caminho para desafiar as expectativas sombrias do mercado, principalmente no Facebook.

A rede social criada por Mark Zuckerberg tem 2,94 bilhões de usuários mensais, algo que nenhum rival sequer chega próximo — o Instagram, também da Meta, não tem muito mais que 2 bilhões. Apesar da forte concorrência do TikTok e dos desafios globais relacionados à impactos da imagem, o Facebook ainda se mantém vivo e em crescimento.

O Facebook voltou a apresentar crescimento no total de usuários e ganhos financeiros (Imagem: Divulgação/Meta)
O Facebook voltou a apresentar crescimento no total de usuários e ganhos financeiros (Imagem: Divulgação/Meta)

Com um período de estagnação durante a pandemia e perda de usuários, o Facebook voltou a apresentar sinais de uma retomada, ainda que discreta. O total de usuários diários mostra um aumento líquido de 4% por ano, dado bastante relevante se considerar que a plataforma perdeu uma generosa fatia de usuários russos, após o banimento da rede social no país.

Confira alguns dados interessantes:

  • Usuários ativos diários do Facebook – 1,96 bilhão, em média, em março de 2022, um aumento de 4% ano a ano;

  • Usuários ativos mensais do Facebook – 2,94 bilhões em 31 de março de 2022, um aumento de 3% ano a ano.

É difícil saber o que pode ter causado esse aumento (nem a própria empresa não se arrisca a fazê-lo), mas esse é um saldo que os investidores certamente estão felizes. Embora seja mais "completo" que os rivais em termos de recursos, a plataforma do Facebook não tem boa aceitação no público jovem e possui baixo poder de engajamento orgânico para perfis de páginas empresariais e marcas.

Metaverso ainda é o foco

O relatório trouxe vários indicadores de áreas importantes, como receita total e preços dos anúncios. Embora tudo seja muito positivo, vale lembrar que o crescimento da empresa segue em desaceleração. Não é a toa que a empresa aposta todas as suas fichas no Metaverso, algo que poderia dar um novo "boom" para sacudir as finanças da companhia.

Por enquanto, a Reality Labs, subsidiaria responsável pelo mundo digital, ainda opera com prejuízo considerável, já que contribui apenas com 2,5% da receita da empresa. Não há outra solução no médio prazo que não seja trabalhar muito (e torcer) para o projeto cair no gosto mundial.

Todos esses resultados positivos ajudaram a companhia a ter um crescimento de mais de 15% no preço das ações após o anúncio — há meses que os papeis só amargavam quedas sucessivas. Isso se torna ainda mais importante porque a Alphabet, empresa controladora do Google, teve um resultado financeiro bastante decepcionante no trimestre.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos