Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.508,22
    -1.095,23 (-1,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Facebook promete proteger celebridades de ataques

·1 minuto de leitura
3D Like icon Speech Bubble. Communication Concept. Horizontal composition with copy space.
3D Like icon Speech Bubble. Communication Concept. Horizontal composition with copy space.
  • Jornalistas e ativistas estão entre categorias protegidas

  • Novas diretrizes também engloba proteções especiais a minorias como afrodescendentes e LGBTQIA+

  • Ataques de natureza sexual serão proibidos na plataforma

O Facebook está mudando suas diretrizes de proteção contra assédio e intimidação, disse Antigone Davis, diretora global de segurança da empresa.

O objetivo das novas políticas é melhorar a segurança da plataforma para pessoas consideradas pessoas públicas "involuntárias", isto é, pessoas que se tornaram públicas em decorrência da linha de trabalho delas. Categorias como jornalistas, ativistas e dissidentes passarão a ter proteção especial. 

Leia também:

A plataforma agora irá buscar e excluir páginas e grupos que coordenam ataques a estes indivíduos, seja na forma de comentários ou mensagens diretas, ainda que o conteúdo em si esteja dentro das Diretrizes da Comunidade do site.

Também ganhou destaque na publicação da diretora a sexualização indevida sofrida por figuras públicas. De acordo com ela, o Facebook agora irá expandir suas regras de conteúdo para englobar a proibição de ataques e assédios sexuais, incluindo imagens e desenhos sexualizados e depreciativos.

As mudanças na política ocorrem depois do vazamento em março de documentos que expunham as diretrizes da rede social, onde era aceitável na plataforma, por exemplo, ameaças de mortes a figuras públicas.

Facebook criou lista secreta de celebridades que não seguem regras de conduta na rede

O Facebook mantém um grupo de usuários, que inclui celebridades e políticos, fora de suas regras de conduta, de acordo com reportagem publicada em setembro pelo Wall Street Journal.

Segundo o jornal americano, com base em documentos que diz ter obtido, a rede social criou um sistema chamado XCheck, que poupa esses usuários de algumas ou, em certos casos, de todas as regras que se aplicam aos demais usuários.

O XCheck foi inicialmente desenvolvido para avaliar ações contra perfis populares. Em 2020, ao menos 5,8 milhões de usuários integrariam a lista. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos