Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    46.498,46
    -42,59 (-0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Facebook lucra US$ 11,22 bilhões no quarto trimestre; número de usuários sobe 12%

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Facebook anunciou nesta quarta-feira (27) resultados trimestrais acima das estimativas dos analistas para a receita, com impulso do aumento nos gastos com publicidade das empresas durante a temporada de compras de Natal. Os resultados validam a investida da empresa no e-commerce com o Instagram Shopping e o Facebook Marketplace, que acelerou no ano passado sob impulso dos impactos da pandemia. A empresa lançou uma série de novos produtos de comércio eletrônico, como Facebook Pay e Facebook Shops, que permitem compras em todo o pacote de aplicativos da empresa, incluindo Instagram e WhatsApp. Os usuários ativos mensais subiram 12%, para 2,8 bilhões, acima dos 2,75 bilhões esperados pelos analistas. A receita total, que inclui principalmente a receita de publicidade, subiu para US$ 28,07 bilhões o quarto trimestre, contra US$ 21,08 bilhões um ano antes. Analistas estimavam, em média, uma receita trimestral de US$ 26,44 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv. O lucro líquido ficou em US$ 11,22 bilhões, ou US$ 3,88 dólares por ação, ante US$ 7,35 bilhões, ou US$ 2,56 por ação, um ano antes.