Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,24
    +1,01 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.742,80
    -36,00 (-2,02%)
     
  • BTC-USD

    44.654,33
    +1.085,77 (+2,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.119,18
    +10,26 (+0,92%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.296,00
    +132,50 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2255
    +0,0167 (+0,27%)
     

Facebook lê mensagens do WhatsApp, diz investigação

·1 minuto de leitura
O WhatsApp tem como principal mote a segurança das mensagens. Foto: Getty Images.
O WhatsApp tem como principal mote a segurança das mensagens. Foto: Getty Images.
  • Resultados vão de encontro com declarações contrárias dadas anteriormente pela empresa

  • O WhatsApp tem como principal mote a segurança das mensagens

  • Mensagens são lidas após denúncias feitas por usuários, mesmo que sejam criptografadas

Uma investigação averiguou que grandes equipes do Facebook leem mensagens do WhatsApp com frequência. A apuração foi conduzida pela ProPublica, uma instituição sem fins lucrativos dedicada ao jornalismo investigativo.

De acordo com os resultados descobertos, equipes de milhares de funcionários espalhados por locais como Texas, Dublin e Singapura se dedicam exclusivamente a examinar minuciosamente as mensagens compartilhadas no WhatsApp. O aplicativo é uma empresa subsidiária do Facebook. Além das próprias mensagens, o algoritmo do serviço também é treinado para sinalizar.

Leia também:

O fato de que os funcionários do WhatsApp leem mensagens de seus usuários não é novidade. Em sua seção de perguntas frequentes, é possível ver que no caso de denúncias feitas por usuários, os profissionais costumam examinar as últimas mensagens do grupo ou pessoa denunciada. No entanto, O Facebook afirma que devido à criptografia, ainda é impossível que escute ligações ou leia mensagens de texto.

Oficialmente, as mensagens no WhatsApp são criptografadas de ponta a ponta, ainda que haja exceções (como no caso de denúncias).

Desde 2014, o Facebook é dono do WhatsApp. Na época, a rede social de Mark Zuckerbeg adquiriu o aplicativo de mensagens por cerca de US$ 19 bilhões. 

As informações são do Business Insider.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos