Facebook lança ferramenta de busca personalizada

Los Angeles (EUA.), 15 jan (EFE).- O Facebook lançou nesta terça-feira uma ferramenta de busca personalizada para que os usuários possam navegar pela rede social de forma mais simples e direta, informou a companhia.

A versão de teste do buscador, chamado "Graph Search", está baseada em quatro áreas principais: pessoas, fotos, lugares e interesses. A companhia ressaltou que os mais de um bilhão de usuários da rede social só poderão encontrar o que já foi previamente compartilhado por seus contatos.

"Com o novo sistema de busca do Facebook é possível combinar frases (por exemplo: meus amigos de Nova York que gostam de Jay-Z), para obter esse conjunto de pessoas, lugares, fotos e outros conteúdos compartilhados na rede social", disseram Tom Stocky e Lars Rasmussen, funcionários da companhia responsáveis pela apresentação da novidade.

Dessa forma se poderão aglutinar, por exemplo, as fotos que o usuário gosta, as cidades que sua família visitou, as atrações turísticas que seus amigos conheceram ou a música que eles apreciam.

"O novo sistema de busca respeita a privacidade e a audiência de todo o conteúdo do Facebook. Faz com que encontrar coisas novas seja mais fácil, mas só é possível achar aquilo que já era possível encontrar em qualquer parte do Facebook", acrescentaram.

O anúncio aconteceu em Menlo Park, na Califórnia, e foi o primeiro evento de lançamento de um novo produto da empresa desde sua saída na bolsa, em maio do ano passado.

Mark Zuckerberg, executivo-chefe e fundador da empresa, lembrou que a ferramenta conseguirá seu máximo rendimento em alguns anos e que por enquanto só poderão usá-la usuários do Facebook em território americano.

"É um grande produto. Vai requerer anos e anos organizar todo o mapa do gráfico e todos os elementos que existe lá fora. Começaremos usando pouco a pouco mas chegará nas mãos de mais gente durante as próximas semanas", afirmou.

O Facebook competirá desta maneira com Google nas buscas na internet, já que contará com a opção de encontrar resultados através de um acordo com o Bing, o buscador da Microsoft. EFE

Carregando...