Mercado abrirá em 9 h 26 min
  • BOVESPA

    108.714,55
    +2.418,37 (+2,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.833,80
    -55,86 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,65
    -0,11 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.805,80
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    62.775,88
    +1.072,96 (+1,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.508,83
    +1.266,15 (+521,74%)
     
  • S&P500

    4.566,48
    +21,58 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.741,15
    +64,13 (+0,18%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.093,01
    -39,02 (-0,15%)
     
  • NIKKEI

    29.087,52
    +487,11 (+1,70%)
     
  • NASDAQ

    15.568,75
    +73,00 (+0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4300
    -0,0063 (-0,10%)
     

Facebook, Instagram e WhatsApp sofrem interrupção geral dos serviços

·1 minuto de leitura
(ARQUIVO) Neste arquivo, a foto tirada em 5 de outubro de 2020 em Toulouse, sudoeste da França, mostra logotipos das redes sociais dos EUA Facebook e Instagram nas telas de um tablet e um telefone celular (AFP/Lionel BONAVENTURE)

Grandes redes sociais e seus serviços, como Facebook, Instagram e WhatsApp sofreram uma interrupção geral nesta segunda-feira (4), que afeta potencialmente dezenas de milhões de usuários, informou um site especializado.

O site Downdetector mostrava cortes em áreas densamente populosas, como Washington e Paris, a partir de 12h45 (horário de Brasília).

"Desculpe, algo está errado. Estamos trabalhando nisso e vamos solucionar o problema o mais rápido possível", diz uma mensagem aos usuários que tentam acessar o Facebook.

"Sabemos que muita gente está com problemas para acessar nossos aplicativos e produtos", disse o porta-voz do Facebook no Twitter.

A interrupção ocorre um dia depois de uma mulher aparecer na televisão americana para revelar sua identidade após vazar documentos para as autoridades, alegando que o Facebook sabia que suas plataformas estavam alimentando o ódio e prejudicando a saúde mental de crianças e adolescentes.

Frances Hagen, uma especialista em dados de 37 anos, trabalhou para empresas como Google e Pinterest, mas disse que o Facebook é "substancialmente pior" do que tudo o que já viu antes.

A maior rede social do mundo está envolvida em uma tempestade por causa de Haugen. Congressistas e o jornal The Wall Street Journal detalharam como o Facebook sabia que suas plataformas, incluindo o Instagram, estavam prejudicando as meninas, especialmente no que diz respeito à imagem de seus corpos.

Até o momento, o Facebook não respondeu aos pedidos de comentários sobre a interrupção dos serviços.

jm/ec/dga/gm/tt/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos