Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.852,45
    -502,72 (-1,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Facebook exclui quase 40 milhões de posts de páginas gerenciadas no mLabs

·2 minuto de leitura
Facebook exclui quase 40 milhões de posts de páginas gerenciadas no mLabs
Facebook exclui quase 40 milhões de posts de páginas gerenciadas no mLabs

A plataforma de gestão de mídias sociais, mLabs, diz que o Facebook excluiu 39 milhões de publicações de mais de 332 mil contas vinculadas ao serviço sem nenhum tipo de aviso prévio nesta sexta-feira (11). Também foram desativadas as páginas oficiais da mLabs no Facebook e no Instagram, bem como perfis profissionais da empresa.

O grupo Stone.Co, responsável pelo Mlabs, disse que “fomos surpreendidos com inesperada ação do Facebook que, sem aviso ou advertência prévia decidiu, de forma abrupta e deliberada, por ocultar as postagens realizadas por intermédio da nossa plataforma das Fan Pages de mais de 330 mil empreendedores”.

Facebook e a mLabs

“A rede social desativou o APP de desenvolvedor da mLabs – homologado há mais de 6 anos pela própria rede social – as páginas comerciais da mLabs no Facebook e Instagram, bem como sua comunidade fechada (grupo no Facebook) e os perfis dos fundadores e administradores da integração do APP mLabs com a rede social”, completa ainda o comunicado.

Leia mais!

A mLabs disse que consultou o Facebook sobre as remoções, mas não obteve resposta. A empresa garante que sempre teve autorização do Facebook para prestar o serviço. A rede social não fazia cobranças da plataforma de gerenciamento.

Em nota, o Facebook disse que “a mLabs estava envolvida em coleta não autorizada de dados e de credenciais de usuários, o que são violações dos termos de uso do Facebook e do Instagram. Suspendemos o acesso da mLabs aos nossos serviços e enviamos uma notificação extrajudicial a eles sobre o ocorrido”.

Já a mLabs disse que “acreditamos no poder das mídias sociais e na democratização do acesso a esses canais. Trabalhamos para isso desde o nascimento da mLabs, oferecendo uma plataforma facilitadora e acessível a todos (profissionais e empreendedores) e nos comprometemos a continuar lutando para garantir o direto a todos de terem seus conteúdos preservados e não violados de forma arbitrária pela rede social”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos