Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,59 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,52
    -0,63 (-0,87%)
     
  • OURO

    1.817,90
    -43,50 (-2,34%)
     
  • BTC-USD

    38.430,44
    -1.719,21 (-4,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    961,10
    -31,37 (-3,16%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,66 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.917,00
    -64,25 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0731
    +0,0111 (+0,18%)
     

Facebook e Instagram agora deixam você escolher exibir ou não número de curtidas

·3 minuto de leitura

O Instagram tem testado a ocultação de contagens há algum tempo, inclusive com a possibilidade de escondê-las dos próprios criadores. Até então isso não passava de mera especulação, mas hoje (26) Facebook e Instagram anunciaram que a opção de omitir as contagens de curtidas públicas está liberada para todos.

A ideia da companhia é deixar que o criador de conteúdo possa definir se quer ou não exibir o contador, já que números ruins podem ter efeitos negativos sobre as pessoas. Antes, isso havia sido feito de modo unilateral pela plataforma, o que causou reações indignadas de muita gente, em especial aquelas que precisam exibir seus dados como forma de mostrar autoridade na rede.

Instagram volta a exibir contagem de likes se o usuário quiser (Imagem: Divulgação/Facebook)
Instagram volta a exibir contagem de likes se o usuário quiser (Imagem: Divulgação/Facebook)

Outra adição são novas ferramentas para filtragem de conteúdo ofensivo nas mensagens diretas. Os directs, como são apelidados, podem ser usados por haters na tentativa de importunar ou desestabilizar desafetos, o que gera uma experiência negativa para quem se esforça tanto para produzir conteúdo.

Além disso, os filtros também poderão ser aplicados no feed de notícias do Facebook. Assim, dá para escolher quais conteúdos favoritos, que terão destaque na linha do tempo, e quem pode comentar nos seus posts.

Ocultar curtidas públicas e privadas

A partir de hoje, o usuário também poderá ocultar as curtidas de outros posts para si próprio. Segundo o Facebook, dessa forma, você pode se concentrar nas fotos e nos vídeos que estão sendo compartilhados, em vez de perder tempo analisando quantas mensagens ou curtidas receberam.

Isso pode ser ativado ao visitar a nova seção “Posts” (ainda não se sabe como será o nome em português) no menu de Configurações. Este controle se aplicará a todas as postagens em seu feed.

Dá para omitir a contagem de forma padrão ou em posts específicos (Imagem: Divulgação/Facebook)
Dá para omitir a contagem de forma padrão ou em posts específicos (Imagem: Divulgação/Facebook)

Caso não queira ter isso como padrão, será possível omitir as curtidas em publicações específicas. Você pode ativar ou desativar essa configuração a qualquer momento, no momento do post ou mesmo após algum tempo do conteúdo no ar.

Por enquanto, isso será implantado apenas no Instagram, mas deve chegar ao Facebook também nas próximas semanas.

Pesquisas com especialistas para oferecer melhor experiência

O que uma pessoa quer de sua experiência no Instagram é diferente da outra, e as necessidades das pessoas estão mudando. Uma das coisas que o conglomerado do Facebook foca bastante é na tentativa de construir uma autoconsciência coletiva para que haja uma experiência mais positiva no Instagram.

A rede agora terá um material chamado Guia do Instagram, que oferecerá conselhos sobre como lidar com a pressão online e outras dicas para quem vive no mundo das redes sociais. O material foi produzido em conjunto com especialistas da Fundação Jed e criadores como Bunny Michael (@bunnymichael) e Schuyler Bailar (@pinkmantaray).

O Facebook afirma estar financiando pesquisas para avaliar a experiência das pessoas no Insta, além de ouvir feedbacks sobre possíveis melhorias na políticas e produtos ofertados à comunidade. A empresa busca parcerias com instituições acadêmicas e organizações sem fins lucrativos, por isso é bem capaz de algum anúncio nesse sentido ser anúnciado em breve.

O que você achou do retorno das curtidas? Vai ajudar os criadores de conteúdo ou trazer ainda mais efeitos negativos? Deixe sua opinião abaixo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: