Mercado fechará em 5 h 2 min
  • BOVESPA

    98.756,42
    -197,48 (-0,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.268,38
    +525,23 (+1,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,39
    +1,96 (+1,81%)
     
  • OURO

    1.811,30
    +9,80 (+0,54%)
     
  • BTC-USD

    19.564,76
    +502,61 (+2,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    423,29
    +3,15 (+0,75%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.235,89
    +67,24 (+0,94%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.540,75
    -70,50 (-0,61%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5169
    -0,0418 (-0,75%)
     

Facebook é condenado a pagar R$ 10 mil a influencer que teve Instagram hackeado

Facebook pode pagar uma indenização de R$ 10 mil por danos morais a uma dentista e influenciadora digital do município de Bauru. Foto: Getty Images.
Facebook pode pagar uma indenização de R$ 10 mil por danos morais a uma dentista e influenciadora digital do município de Bauru. Foto: Getty Images.
  • O Facebook pode pagar uma indenização de R$ 10 mil por danos morais a uma dentista e influenciadora digital que teve o perfil no Instagram hackeado;

  • A companhia pode recorrer da decisão, emitida na última quarta-feira (18) pelo juiz Rodrigo Otávio de Melo, da 2ª Vara da Justiça Estadual de Bauru;

  • O magistrado sustenta que a vulnerabilidade que possibilitou o roubo do perfil da rede social se trata de uma falha na prestação de serviço da plataforma.

O Facebook Serviços Online do Brasil Ltda pode pagar uma indenização de R$ 10 mil por danos morais a uma dentista e influenciadora digital do município de Bauru, em São Paulo, que teve o perfil no Instagram hackeado em dezembro de 2021.

A companhia pode recorrer da decisão, que foi emitida na última quarta-feira (18) pelo juiz Rodrigo Otávio de Melo, da 2ª Vara da Justiça Estadual de Bauru.

Leia também:

Ele sustenta que a vulnerabilidade que possibilitou o roubo do perfil da rede social se tratou de uma falha na prestação de serviço da plataforma.

A influenciadora, que se autodenominou no processo como ‘Instagramer’ de ondotologia estética, alegou que uma falha de segurança do Instagram permitiu a invasão.

Depois do hackeamento, os invasores utilizaram o perfil da dentista para ofertar pelos stories diversos produtos, como televisores e celulares, e exibir uma conta PIX para receber depósitos.

“Trata-se de atividade que, atualmente, está frequentemente sujeita a fraudes, e na realização da qual, se não tem condições de atuar com total controle e segurança, deve assumir o risco e o ônus do mal resultado derivado da falha na prestação do serviço”, afirmou o magistrado na decisão.

Após diversas denúncias da vítima e de pessoas próximas, a conta foi suspensa.

*As informações são do portal G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos