Mercado abrirá em 8 h 41 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,88
    +0,90 (+1,22%)
     
  • OURO

    1.758,50
    +6,80 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    44.078,10
    +1.909,00 (+4,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.100,56
    -2,50 (-0,23%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.259,75
    +67,59 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    30.262,08
    +13,27 (+0,04%)
     
  • NASDAQ

    15.372,00
    +53,25 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2575
    +0,0019 (+0,03%)
     

Facebook cria projeto para combater desigualdade racial no mercado de trabalho

·1 minuto de leitura

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - O Conselho de Clientes do Facebook e a consultoria EmpregueAfro anunciaram a criação de uma plataforma de conteúdo para apoiar o desenvolvimento profissional de pessoas negras no Brasil.

O Projeto Goma será lançado na terça-feira (24) e vai oferecer ferramentas gratuitas para empresas que querem desenvolver programas de mentoria e para trabalhadores que busquem aprimorar competências pessoais, sociais e técnicas.

Segundo as organizações, o objetivo é acelerar a carreira de profissionais negros a posições de liderança e, com isso, promover a diversidade e inclusão no mercado de trabalho.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), pessoas negras representam mais da metade (54%) dos brasileiros. No entanto, elas ocupam apenas 5% dos cargos de liderança nas 500 maiores empresas do país, como mostrou um estudo do Instituto Ethos.

A ideia do Projeto Goma é mudar essa realidade e combater a desigualdade racial, fornecendo as ferramentas necessárias para que empresas de todos os portes possam criar seus próprios programas de mentoria e oferecer oportunidades iguais.

De acordo com o Facebook, o projeto foi desenvolvido durante um ano pelos membros do conselho de clientes da companhia, que tem como membros profissionais de grandes anunciantes e agências do país, como Ambev, Coca-Cola Brasil, General Motors, Johnson & Johnson, Magazine Luiza, Natura, Nestlé, Netflix, Pepsico e Santander.

O desenvolvimento da plataforma também contou com especialistas na área de diversidade e com o apoio da EmpregueAfro, consultoria em recursos humanos focada em diversidade étnico-racial.

O conteúdo do Projeto Goma será dividido em cinco módulos: Contexto para Empresas, Capacitação para Mentores, Capacitação para Mentorados, Consciência Racial e Modelo de Mentoria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos